23 dezembro 2011

Dicas de livros para quem não tem o costume de ler (Parte II)

Eis a segunda parte das dicas de livros para quem não tem o costume de ler. :)

Romances

Jane Austen
Lembro que numa das primeiras aulas de Teoria Literária, nossa professora disse que algumas mulheres de hoje se acham muito modernas e acabam caindo na vulgaridade muitas vezes. Aí ela citou as personagens de Jane Austen, que eram todas mulheres fortes, mas que mantinham a sua feminilidade intacta. Por coincidência, eu estava lendo "Orgulho e Preconceito" e passei a enxergar a obra de outra forma. Não sou a maior conhecedora de Jane Austen, acho alguns de seus livros meio chatinhos, mas reconheço sua importância para a Literatura, ainda mais quando falamos de romances, que saem de todos os clichês e não são nada piegas. 
Outro romance que eu adoro é "Os Morros dos Ventos Uivantes", único livro escrito por Emily Brontë. Esse livro é sombrio, pesado, triste e beira a loucura em algumas partes. Impossível não amar e odiar Heathcliff


Literatura Mundial

José Saramago
Escolhi autores de diversos países para mostrar que a Literatura acontece no mundo inteiro, independente da época.
Mia Couto é um escritor moçambicano bastante conhecido aqui no Brasil. Há algum tempo tive o prazer de assistir a uma palestra dele e só tenho elogios. Extremamente simpático, ele citou diversos autores brasileiros como influencia para sua escrita. Dele, eu recomendo o livro "Terra Sonâmbula", que nos coloca em contato com as lendas africanas e alguns de seus costumes. 
Quando falamos de Literatura Portuguesa Contemporânea, José Saramago é indispensável. Ele nos deixou uma vasta obra, com diversos clássicos. Para quem nunca leu nada dele, digo para começar com "Ensaio Sobre a Cegueira"
Um dos maiores escritores da Literatura da América do Sul é sem dúvidas Gabriel García Márquez. Assim como Saramago, sua obra é vasta e repleta de livros essenciais. Seu mais conhecido é "Cem Anos de Solidão" e também um dos melhores.
Voltando um pouco no tempo, indico "A Metamorfose" de Kafka. Nascido em Praga, ele também deixou uma excelente obra a ser conhecida pelo público. 

Atuais

Chuck Palahniuk
Gosto muito de Chuck Palahniuk e Nick Hornby, dois escritores que sempre lançam alguma novidade. Ambos tem em comum a característica de terem se tornado mais conhecidos quando foram lançados filmes baseados em suas obras. 
O excelente filme "Clube da Luta" me fez conhecer os livros de Palahniuk e dele eu indico tudo que li. Para começar, acho interessante que seja pelo "Monstros Invisíveis", massiva crítica à ditadura da beleza. 
Nick Hornby ficou famoso quando seu livro "Alta Fidelidade" virou filme com John Cusack no papel principal. Meu livro preferido do Hornby é "Juliet, Nua e Crua"

Falei de apenas alguns dos livros que mais gosto, com certeza deixei vários de lado, esqueci de outros tantos e espero ler em breve muitos que entrariam nessa lista.
Gostaria de deixar claro que eu não condeno quem lê "Crepúsculo" e afins, como eu disse anteriormente, eu fico extremamente feliz de ver pessoas lendo esses livros, com a possibilidade de conhecerem outros autores em seguida. Acho apenas importante abrir a mente para a Literatura em geral, para essa quantidade imensa de livros perfeitos que temos por aí.

Boa leitura a todos!