21 dezembro 2011

Os piores livros lidos em 2011

Já falei dos melhores livros lidos em 2011, agora vamos aos piores. 
Felizmente, dos 56 livros que li até agora, não gostei de apenas 3. São eles:

3) O Nome da Rosa (Umberto Eco)


Pois é, eu não gostei desse clássico. Antes eu tinha um certo problema comigo mesma quando eu não curtia um livro considerado clássico, achava que eu não tinha entendido o enredo, que meu gosto era péssimo e etc. Hoje é diferente, aceitei o fato de que não preciso gostar de tudo que é considerado ótimo. Por exemplo, respeito muito a obra de Machado de Assis, mas não gosto muito. Claro que muita coisa eu ainda tenho que reler, mas enfim...
Voltando ao livro de Umberto Eco, eu já tinha visto o filme e tinha gostado bastante. O livro estava na minha estante há anos, então vi que era hora de lê-lo. Demorei semanas para terminá-lo, arrastei e não curti muito. :/

2) Cidade da Penumbra (Lolita Pille)


Lolita Pille é conhecida por escrever sobre a vida decadente que os jovens franceses e riquinhos vivem. Depois de "Hell" e "Bubble Gum" eu esperava exatamente isto nessa nova obra e... quebrei a cara!
Quando me dei conta, estava diante de uma ficção científica, gênero que não me atrai muito, mas dei continuidade à leitura. Que decepção! Lolita quis mudar de estilo, mas parece que ela não domina o tema e tudo que temos é um amontoado de clichês chatos.
Espero que ela volte aos velhos temas no próximo livro. :/

1) As Possuídas do Diabo (Thomas Tryon)


Quando eu tinha meus 15 anos tive uma fase de só ler livros de terror: "A Profecia", "O Exorcista", "Horror em Amityville", "666 - O Limiar do Inferno" e assim por diante. Nessa época eu costumava ir semanalmente num sebo aqui perto de casa e comprei quase todo o estoque de terror deles. Nessas eu peguei "As Possuídas do Diabo"
Li algumas páginas, mas não me interessei e o livro ficou esquecido por quase 10 anos. Até que certo dia resolvi tentar novamente. Só digo uma coisa: que livro chato!
Sabe aquele filme de terror clichê dos anos 70? É exatamente o que acontece aqui. Eu sabia o que ia acontecer em cada cena, os diálogos eram péssimos e assim por diante.
E ainda demorei muito para ler. :/

Como eu disse no começo do post, felizmente foram apenas 3 livros ruins. Espero que em 2012 esse número diminua.


E você? Quais foram suas decepções literárias de 2011?