01 janeiro 2012

Amiga Secreta do Dose Literária parte IV

Participar de amigos secretos nunca foi o meu forte, confesso. Lembro de vários momentos - ou até de todos - como a vez na quarta série em que comprei para minha amiga secreta um estojo com régua de água (lembram? daquelas com brilho e estrelinhas tremulantes) tesoura, lápis com borrachas coloridas e afins e acabei ganhando um broche (com a cola aparecendo) que o meu colega roubou da avózinha dele. Enfim.

Eis que surge um grupo de meninas viciadas em livros. Cada uma com seu gosto, estilo e manias com esses objetos místicos, loucas para devorarem todos. Achando tudo isso lindo demais, achei digno demais participar do amigo secreto. As regras já foram comentadas anteriormente e deu pra ver quanta coisa linda foi trocada, certo? E acabei sendo a última, abrindo meu presente no exato dia 31 de dezembro.



Depois de 08 horas num ônibus sacolejante vindo do interior de SC para Curitiba chego na portaria e tem um pacote me esperando, há dias, segundo o porteiro. Subo correndo e nem me dou o trabalho de ter calma. Convenhamos que isso é bem desnecessário nesses casos.

E eis que encontro esse mundaréu de coisas lindas vindas da Eni Miranda:



Como já dito, fizemos uma listinha com livros e ficava a cargo de nossa amiga secreta escolher entre eles. A Eni não poderia ter sido mais genial em escolher O Cheiro do Ralo, do Lourenço Mutarelli. Esse livro entra pra minha coleção do escritor, um dos meus top de favoritos na Literatura contemporânea Brasileira. Não conhece? Pois recomendo enlouquecidamente. Esse livro tem um filme homônimo dirigido por Heitor Dhalia que acabou dando um toque bem pessoal - e muito bom - para o enredo.

Além dessa belezura, que acabou se tornando só um detalhe na caixa, eu ganhei um monte de mimos, bilhetes e cartas. A Eni tem uma das letras mais lindas que já vi, dando um ar classicista pra cada palavra. Quem me conhece sabe bem a minha paixão por tipografia! Além de chá, marca-página, incenso, balas e até esmalte rolou (devo criar vergonha na cara e ligar meu botão feminino) nesse pacote mágico. Fazia muito tempo (mais muito mesmo) que eu não ficava rindo à toa e falando sozinha na frente de um pacote mágico, quanta inspiração e criatividade!




Só posso dizer que esse é o primeiro de muitos mimos, cartas e presentes que vocês verão essa mulherada mostrar nesse blog. Afinal, os livros nos movem, mexem com nossas paixões e convenhamos, nada melhor do que ter com quem partilhar tudo isso, né?

Feliz 2012 literário pra gente!