27 janeiro 2012

"Julgando o livro pela capa"

Loucos por livros chegam quase correndo numa livraria, cumprimentam o dono já conhecido, tiram uma lista do bolso, os olhos passando pelas lombadas dos livros enfileirados BRILHAM ao encontrar o título desejado, e pegando da estante com o maior cuidado, folheando com todo o carinho, se agarram ao livro e riscam da lista os títulos que vão encontrando.
Pessoas “normais” entram numa livraria, despretensiosas, calmas, caminham entre vários títulos e obras e escritores que nunca ouviram falar, pegam os livros da pilha de lançamentos, dão uma olhadinha e perguntam pro vendedor se é aquele livro famoso que virou filme, e só compram o livro pra ver qualé. 

Loucos por livros se sentem dentro de um sonho quando caminham por uma livraria, biblioteca ou sebo. Quando o atendente oferece ajuda, geralmente recebe um "Não, obrigado" com toda a firmeza de alguém que sabe exatamente o que quer, o que está fazendo e aonde procurar.
Pessoas "normais" são as primeiras a pedirem ajuda ao vendedor.

Loucos por livros vão à sebos, e quase choram quando encontram AQUELE LIVRO LINDO AI MEU DEUS DO CÉU POR 3 REAIS!!! *-*
Pessoas “normais” quase não entram em sebos porque “cheiro de livro velho me dá alergia”, quando entram, levam o best-seller-semi-novo-único-dono e pagam o mesmo valor de um novo. 

Loucos por livros costumam detestar a Martin Claret. As capas são as mais feias, as traduções vergonhosamente toscas, outras plagiadas, e são berrantes alguns erros tipográficos e de digitação nos exemplares. Ainda não descobriram a fórmula de qualidade a preço em conta.
Pessoas “normais” nunca ouviram falar. Quem é esse Martin Claret, é um escritor?

Loucos por livros quando amam um estilo literário e um escritor especificamente, compram todos os livros dele.
Pessoas “normais” compram “A Cabana”, “The Secret” e os livros da Nora Roberts só pela capa e porque “todo mundo já leu, tá na moda, e eu preciso me inteirar no assunto”.

Loucos por livros tatuam frases dos seus livros favoritos no corpo, trechos inteiros, epitáfios de seus escritores favoritos já mortos, e qualquer outra coisa muito significativa relacionada à livros e literatura.
Pessoas "normais" tatuam no ombro borboletinhas cagando poeirinha brilhante.

Loucos por livros sonham com livros! Sonham em morar numa rua onde só tenha livrarias, sonham em abrir um sebo, editora ou livraria. Sonham em escrever um livro. Sonham em conhecer os seus escritores favoritos ainda vivos, ou o túmulos dos seus escritores favoritos já mortos. Sonham em ter uma biblioteca em casa!
Pessoas “normais” não ligam para essas coisas, podem muito bem viver sem isso, e se acharem que vão precisar ler um livro, compram um tablet e baixam ele em pdf.

Loucos por livros fazem faculdade de Letras, Biblioteconomia, História, Filosofia, Artes, Editoração, e etc na área de humanas.
Pessoas “normais” fazem o curso que dá mais dinheiro e status.


Loucos por livros adoram um feriado no meio da semana para terminar de ler aquele livro enorme! Trocam facilmente um convite numa balada para ficar em casa lendo. Fazem listas dos livros que leram. COM CERTEZA tem um perfil no skoob e já fizeram amigos por lá.
Pessoas “normais” querem sair nos feriados, dar um rolê e ir pra balada beijar na boca. Detestam ficar em casa no fim de semana porque tá chovendo, ou porque tá sem dinheiro, ou porque miô o rolê, e passam o fim de semana inteiro xingando muito no tuíter e facebook.

Loucos por livros adoram conversar sobre livros, criam um clube do livro, um grupo de e-mails para falar sobre livros, criam um blog para falar de livros, trocam links de sites e fotos e promoções de livrarias on-line e juntam as moedas da carteira para comprar um novo livro ou estouram o cartão de crédito sem dor nenhuma na consciência afinal, conhecimento e cultura nunca são caros e “prefiro gastar 100 reais em livros que numa sandália de salto alto”.
Pessoas “normais” só compram livros quando não tem outra opção de presente, o único livro que sabem de cór é a Bíblia Sagrada ou qualquer outra bíblia, dizem não ler porque “não tem tempo”, alguns só leram porque o professor obrigou seja na escola ou na faculdade, outros preferem ler revistas e HQ's, outros sentem vergonha por não lerem livros e disfarçam ignorância com indiferença, “um livro não muda minha vida em nada”.

Generalizações e brincadeiras à parte, alguns concordam, outros jogam pedras, mas a verdade é que loucos por livros têm tanto em comum que criam sociedades secretas e clubes de luluzinhas, enquanto as pessoas normais, não gostam de “perder tempo” com essas coisas. E você, em que perfil se enquadra?

Xinguem e discordem a vontade!