22 janeiro 2012

Projeto Leituras do Professor

O Governo do Estado de São Paulo juntamente com a Fundação para o Desenvolvimento da EducaçãoFDE lançou em abril do ano passado os projetos “Leituras do Professor” e “Apoio ao Saber”, investindo 71,8 milhões de reais em livros, num total de 12,2 milhões de exemplares para alunos e professores da rede estadual de ensino fundamental e médio. Com distribuição gratuita, os impressos foram feitos por diversas editoras, dentre elas Record, Bertrand Brasil e Editora Global.

“O objetivo é que professores, alunos e também seus familiares tenham acesso a obras literárias de qualidade, a fim de promover a valorização da leitura e o enriquecimento cultural”, afirma o secretário de Estado da Educação, professor Herman Voorwald.

Para os professores foram montados 10 kits contendo 3 livros em cada caixa, dando um total de 30 títulos de poesia, teatro e narrativa à serem mesclados e trocados entre os professores. Os livros começaram a ser distribuídos a partir de junho/2011. Alguns dos títulos são: “Antologia Poética” (Cecília Meireles), “Histórias Extraordinárias” (Edgar Allan Poe), “Doze Contos Peregrinos” (Gabriel García Márquez), “De Moto Pela América do Sul” (Che Guevara), “Memorial do Convento” (José Saramago) e “A Metamorfose” (Franz Kafka), entre outros.

Neste fim de semana ganhei de uma professora a Caixa 4, após ler as obras ela quis passar os livros adiante (por ser de distribuição gratuita) e sabendo que sou uma apaixonada por livros, me presenteou com três lindas obras da literatura brasileira, são elas:
- O Pagador de Promessas – Dias Gomes (teatro)
- Melhores Poemas de Cora Coralina (poesia)
- 200 Crônicas Escolhidas – Rubem Braga (narrativa; crônicas)

Caixa 4 - Projeto Leituras do Professor
Governo do Estado de São Paulo

Assim que eu finalizar a leitura de cada um destes títulos farei resenhas e comentários e passarei os livros à diante, a partir de sorteios ou presenteando, afinal, nada mais justo, conhecimento e cultura devem ser divididos e compartilhados, principalmente àqueles que tem pouco acesso, ou que por qualquer motivo, não possa adquirir um título literário.

Abraços, até a próxima.