08 fevereiro 2012

Promoção de fevereiro: Madame Bovary – Gustave Flaubert


Queridos leitores e seguidores, faremos neste mês de fevereiro o primeiro sorteio do Dose Literária!
Essa é a maneira que encontramos de incentivar a leitura no Brasil, uma pequena contribuição aos que pretendem ingressar no viciante mundo da leitura, e aos já apaixonados por livros que estão sempre em busca de mais uma obra para agregar suas estantes e sua bagagem cultural.

Ganhar um livro e recebê-lo em casa sem nenhuma despesa não é uma maravilha?
Montamos um kit com 1 livro + 4 marca-páginas + bag para livros artesanais feitos com muito carinho para vocês. Para concorrer, siga o blog, preencha os dados na página Promoção com o seu nome completo e e-mail de contato (passos indispensáveis).
Para ganhar um presente surpresa, basta curtir a nossa página no facebook que automaticamente você já estará concorrendo.


O Sorteio será realizado no dia 29/02/2012 (quarta-feira) ás 12:00 horas. Entraremos em contato com o ganhador por e-mail solicitando o endereço para correspondência, as despesas de correio fica por nossa conta.
Ajude-nos a divulgar, compartilhar e dividir essa nossa paixão! Pretendemos, à princípio, sortear pelo menos 1 livro por mês, quanto mais parceiros tivermos, mais disponibilizares livros para sorteios, e suas chances de ganhar um livro aumentará.

Nada fazemos para fins lucrativos, sequer temos patrocínio financeiro para esse sorteios, a gente disponibiliza esses livros das nossas próprias estantes, são livros novos e semi-novos, fazemos isso por amor, por carinho aos nosso leitores, escolhemos o título com cuidado e atenção, e a cada mês será um estilo literário e escritor diferente, terá para todos os gostos!

Participem e BOA SORTE!

Sobre a obra: A personalidade literária de Flaubert, dotada de agudo senso crítico que o distanciou do exaltado gosto romântico da época, levou-o a tornar-se um dos maiores prosadores da França no século XIX. O romance Madame Bovary (1857) é a sua obra-prima. Baseado em fatos da vida real, o livro, que Flaubert levou cinco anos para escrever, causou forte impacto, a ponto de gerar o processo no qual o autor escapou de ser condenado à prisão, graças à habilidade da defesa, que transformou a acusação de imoralidade na proclamação das intenções morais e religiosas do autor. Nem moral nem imoral, a narrativa é uma devastadora crítica das convenções burguesas do seu tempo.
Editora: Martin Claret
Tradução: Araújo Nabuco
Romance Francês
Páginas: 396