O tesouro de Martin Bodmer

Li essa reportagem na revista História Viva e gostaria de dividir com os leitores do Dose Literária, afinal, é sobre mais um tesouro: Biblioteca.
Essa biblioteca valiosa está na cidade de Cologny na Suíça pertenceu à Martin Bodmer e é aberta ao público como Fundação Martin Bodmer.
Martin Bodmer nasceu em Zurique (1889-1971) e foi herdeiro de uma fortuna imensa. Martin dedicou-se a maior parte de sua vida a colecionar edições originais, listar os livros fundamentais de cada civilização e manter contato com livreiros e bibliófilos para garimpar obras raríssimas.
A biblioteca possui 160 mil livros e quase 10 mil obras excepcionais, dentre essas obras:
- Um exemplar da Bíblia de Gutemberg de 1412, considerado o primeiro livro impresso da humanidade.
- 900 folhas de papiro em manuscritos bíblicos originais.
- Um cartaz intacto de 1517 com as “teses” de Martinho Lutero.
- Um Corão em escrita cúfica do século X.
- O original de 120 dias de Sodoma de Marquês de Sade quando estava preso na Bastilha em 1789
- Originais de Dante e a Divina Comédia em um pergaminho de 1378!
- O Elogio da Loucura de Erasmo de Roterdã (1511)
- Utopia de Tomas More (1516)
Fundação Martin Bodmer

Martin Bodmer possui também a coleção mais importante das obras de Shakespeare fora da Inglaterra e Estados Unidos. Abriga originais de Edito de Nantes, Kant, Descartes, Pascal, Hegel, Marx, Freud, Copérnico, Kepler, Galileu, Newton, Einstein e Euclides!
Além de partituras originais de Bach, Beethoven, Wagner e Mozart.
Essa biblioteca é ou não é um tesouro? E como não custa nada sonhar, um dia quando eu for à Suíça, vou visita-la! Sonha Patrícia, sonha... (rs).

Comentários

  1. Já tinha lido essas curiosidades sobre essas obras, mas não sabia que ficavam na mesma biblioteca, que incrível!
    Adorei Pat!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Bem vindo(a) ao Dose Literária.
Agradecemos seu comentário e tentaremos responde-lo assim que possível ;)