19 março 2012

O tesouro de Martin Bodmer

Li essa reportagem na revista História Viva e gostaria de dividir com os leitores do Dose Literária, afinal, é sobre mais um tesouro: Biblioteca.
Essa biblioteca valiosa está na cidade de Cologny na Suíça pertenceu à Martin Bodmer e é aberta ao público como Fundação Martin Bodmer.
Martin Bodmer nasceu em Zurique (1889-1971) e foi herdeiro de uma fortuna imensa. Martin dedicou-se a maior parte de sua vida a colecionar edições originais, listar os livros fundamentais de cada civilização e manter contato com livreiros e bibliófilos para garimpar obras raríssimas.
A biblioteca possui 160 mil livros e quase 10 mil obras excepcionais, dentre essas obras:
- Um exemplar da Bíblia de Gutemberg de 1412, considerado o primeiro livro impresso da humanidade.
- 900 folhas de papiro em manuscritos bíblicos originais.
- Um cartaz intacto de 1517 com as “teses” de Martinho Lutero.
- Um Corão em escrita cúfica do século X.
- O original de 120 dias de Sodoma de Marquês de Sade quando estava preso na Bastilha em 1789
- Originais de Dante e a Divina Comédia em um pergaminho de 1378!
- O Elogio da Loucura de Erasmo de Roterdã (1511)
- Utopia de Tomas More (1516)
Fundação Martin Bodmer

Martin Bodmer possui também a coleção mais importante das obras de Shakespeare fora da Inglaterra e Estados Unidos. Abriga originais de Edito de Nantes, Kant, Descartes, Pascal, Hegel, Marx, Freud, Copérnico, Kepler, Galileu, Newton, Einstein e Euclides!
Além de partituras originais de Bach, Beethoven, Wagner e Mozart.
Essa biblioteca é ou não é um tesouro? E como não custa nada sonhar, um dia quando eu for à Suíça, vou visita-la! Sonha Patrícia, sonha... (rs).