19 agosto 2012

Aquisições na Bienal, por Patrícia

Já falamos em outros posts sobre a Bienal Internacional do Livro deste ano em São Paulo, além disso registramos nosso passeio a Bienal aqui e a querida Eni já  falou um pouco das comprinhas dela. Agora é a minha vez! rs.

Não levei nenhuma listinha de compras, na verdade tinha alguns livros em mente dependendo do preço que os encontrasse, pois temos que admitir que a maioria dos estandes da Bienal (principalmente de grandes editoras) vendem os livros pelo mesmo preço que lojas/sites ou até mais caro. 
Bom, isto não significa que saímos da Bienal de "mãos abanando" porque tinha de tudo para todos os gostos  e bolsos. Eu como estava "pobrezinha" e só com dinheiro, fui mais moderada na hora dos gastos (mas se eu tivesse com cartão de crédito o "estrago" seria maior!) rs. 

A primeira parada foi no estande da L&PM e apesar de eu ter colocado vários livros na cestinha de compras, acabei comprando só o "Misto Quente" de Charles Bukowski, porque já li "Cartas Na Rua" e segundo minhas amigas especialistas em Bukowski: Michelle e Eni, este seria um segundo passo para conhecer mais sobre este ébrio escritor. 

Bukowski pela L&PM


No estande da editora Rocco, descontos agradáveis em alguns livros. Comprei "A Paixão Segundo G.H" da Clarice Lispector porque é um livro difícil de se achar em sebos, nas livrarias os preços costumam ser bem salgados e se houve qualquer promoção em livrarias virtuais deste livro e tantos outros da Clarice, sinceramente, eu desconheço. Não tenho costume de comprar em sebos virtuais porque geralmente não se tem certeza do estado de conservação do livro e tenho receio de pagar X ou Y num livro que pode chegar completamente "acabado". Bom, mas o que importa é que finalmente consegui compra-lo por um preço "melhor".

Clarice Lispector pela Rocco


 Aproveitando que vou falar das minhas aquisições no estande da editora Martin Claret, vou dar uma opinião pessoal sobre os livros da editora. Sempre ouvi falar que a editora enfrentava problemas por direitos autorais, péssimas traduções, plágio, que a editora iria falir e etc. Bom, a editora está aí, com mais títulos lançados e novas capas, por sinal, lindas. Sim, um ou outro problema a editora deve ter, mas convenhamos que se ela está ainda publicando no mercado é porque não é de todo ruim, né? Já li vários títulos pela Martin Claret e sinceramente não me tirou nenhum pedaço. Todos me serviram bem e por isso comprei mais dois livros: "O Amante de Lady Chatterley" de D. H. Lawrence e "O Dominó Preto" de Florbela Espanca.


Lawrence e Espanca pela Martin Claret (ainda no plástico...rs)

Por último já quase na hora de ir embora, encontrei o estande da Ciranda Cultural com vários livros de todos os estilos e preços e interessei-me pelo guia de Londres que foi R$ 10 e até então nunca tinha encontrado guias e mapas de outros países por este preço. Comprei porque sou curiosa e a Inglaterra é um dos países que eu gostaria de visitar algum dia, espero que não demore muito! rs.




Resumo:

Livros: 5
Valor total gasto: R$ 80 e alguns prejuízos.
Humor: Feliz (mesmo assim)!


E essas foram minhas humildes comprinhas na Bienal Internacional do Livro 2012.

Até 2014!