02 agosto 2012

Tag: 7 pecados capitais da leitura, por Eni

Nosso blog é constituído por 5 mulheres que amam os livros e tudo o que é relacionado a leitura. Michelle, Anna e Mara Vanessa já responderam quais são os 7 pecados capitais da leitura que elas já cometeram, e seguindo a ideia, também respondi com muito prazer.
Responder a questionários eu sempre gostei, desde o ensino fundamental quando rolavam pela sala de aula aqueles caderninhos (enquetes) com perguntas e respostas sobre nossos gostos pessoais, para mim não é somente nostálgico, mas uma maneira interessante de entretenimento para conhecer ainda mais sobre os gostos pessoais dessas queridas por quem tenho tanta estima.


1. Ganância: qual é seu livro mais caro? E o menos caro? 

A maioria de meus livros são de sebos, e se conheço o dono do sebo ai não existe óleo de peroba o suficiente para a minha cara de pau em ainda pedir desconto num livro que já está barato, portanto, eu nem sei de verdade qual é o meu livro mais caro. Talvez a “Trilogia d'O Senhor dos Anéis” de J. R. R. Tolkien que custaram cerca de 20,00 cada.
O menos caro? Dia desses encontrei “Retratos Ingleses” de Charles Dickens NOVO por 1,00 real numa lojinha de variedades. Adoro isso.


2. Ira: com qual autor você tem uma relação de amor/ódio?

Clara Averbuck. Há 6 anos atrás a literatura contemporânea era novidade pra mim, eu estava tão engajada na leitura dos clássicos mundiais que a Clara me impressionou pela sua destreza com as palavras, por seu despudor ao narrar o cotidiano de seu alter-ego Camila, e pela criatividade no enredo de “Máquina de Pinball”, “Das Coisas Esquecidas Atrás da Estante” e “Vida de Gato”. Depois que conheci John Fante é que percebi de onde vinha toda a “criatividade” de Clara e perdi o tesão por sua escrita. No entanto, depois de um grande intervalo sem acompanhar seus trabalhos, recentemente li seus textos atuais em seu blog pessoal e me agradaram bastante. Estou, inclusive, ansiosa por um novo livro dela.
Leandra Leal como a personagem Camila , cena do filme "Nome Próprio"
baseado na obra de Clara Averbuck
3. Gula: que livro você devorou sem vergonha alguma?

Todos os de Charles Bukowski. Não só devorei sem vergonha como devorei com paixão. Sou daquelas loucas que andam com a camiseta do Buk por ai, e teve um fato acontecido no metrô que me fez rir. Um hippie-indie-metal ou sei lá que diabus era aquilo parou ao meu lado segundos antes de descer na estação e quase sussurrando no meu ouvido falou com ele mesmo ”Mais uma modista que acha que Bucóvisque é um grande escritor, tsc tsc tsc”. Sorte dele ter descido na estação antes de eu retrucar, pois eu não teria sido nada amistosa com o sujeito. Ele deve ter pensado que com isso eu me sentiria envergonhada, né? Pois uso a peita do meu véio com o maior orgulho desse mundo!

4. Preguiça: qual livro você tem negligenciado devido à preguiça?

“Laranja Mecânica” de Anthony Burgess eu enrolei demais para ler. Comecei ele no mínimo umas 4 vezes, insisti na leitura, juro que queria terminá-lo, mas até hoje não consegui. E não é por nada, adoro o filme e a história, admiro demais a forma utilizada na escrita, mas me cansou ter que pesquisar o significado das palavras no Glossário Nadsat, no final do livro, a cada página lida.
"Laranja Mecânica" (Anthony Burgess) - Editora Aleph
5. Orgulho: que livro tem mais orgulho de ter lido?

80% dos que li eu tenho orgulho, especialmente Aldous Huxley e “Admirável Mundo Novo”.

6. Luxúria: quais atributos você acha mais atraentes em personagens masculinos e femininos? 

Adoro os vampiros clássicos. Ainda não li Anne Rice, mas se tivesse lido citaria Lestat e Louis. “Dracula” de Bram Stoker é o amor da minha vida, nele, Vlad Tepes e Mina Harker possuem todos os requisitos de personagens luxuriosamente atraentes à mim. Já me senti Werther, Henry Chinaski, Arturo Bandini, Marla Singer, dentre outros personagens que possuem seu certo encanto e me identifiquei na época em que os li.
Drácula e Mina Harker, cena do filme "Drácula"  (1992)
dirigido por Francis Ford Coppola
7. Inveja: que livros você gostaria de receber de presente?

Se tem um presente que eu gosto de ganhar nessa vida, é livro. Atualmente quero completar algumas das minhas coleções de Aldous Huxley, Charles Bukowski, Rubem Fonseca, Nietzsche, George R. R. Martin, Anaïs Nin, e começar algumas coleções de Chuck Palahniuk, Humberto Eco, Simone de Beauvoir e William Faulkner. Aceito também qualquer um dos clássicos citados no “1001 Livros Para Ler Antes de Morrer”. <:)


Todos nós já cometemos pecados capitais na leitura, quais são os seus?