25 outubro 2012

Leia para uma criança: Livros Gratuitos

De que maneira você incentiva a leitura para suas crianças?

A Fundação Itaú Social lançou a Coleção Itaú de Livros Infantis, esta, constituída por 3 ricos livrinhos. No site do Itaú Criança você entende como funciona essa ideia e como adquirir os livros gratuitamente.

Fiz meu cadastro há cerca de 2 semanas atrás, e no final do preenchimento recebo a notificação de que eu receberia a coleção em casa dentro de 20 dias, sem nenhum custo.
Chegaram ontem! E assim que abri o envelope li para as minhas crianças, que já acostumados com o manuseio de livros para a idade deles pularam de alegria ao receber os novos livrinhos, o meu pequeno os folheou todo curioso, rindo com as ilustrações de gatinhos, ratinhos e bonequinhos a cada página.

Coleção Itaú de Livros Infantis (2012)
- O Ratinho, o morango vermelho maduro e o grande urso esfomeado – Don e Audrey Wood, Ilustrado por Don Wood (Editora Brinque-book)
- Lino – André Neves (Editora Callis)
- Poesia na Varanda – Sonia Junqueira, ilustração Flávio Fargas (Editora Autêntica)

Li todos os livrinhos no mesmo dia, e achei encantadora a maneira com a qual as crianças foram prendidas pelas historinhas (principalmente quando a mãe adora fazer as vozes dos personagens) através da fala e da narração.
"Lino" é a história de um porquinho triste que sente a falta de sua amiga Lua, passada numa loja de brinquedos e além de comovente é lindamente ilustrada.
"O Ratinho, o morango vermelho maduro e o grande urso esfomeado" fala da esperteza de um ratinho para salvar o seu alimento, o morango vermelho maduro.
O “Poesia na Varanda” foi o mais adorado, por sermos todos amantes de gatos aqui em casa, e por ter as ilustrações mais fofas desse mundo, um trecho:

“Passou por mim a poesia 

na forma de uma gatinha 

amarela, tão macia!, 

uma bola peludinha 

que chegou bem de mansinho... 
Batizei-a de Chiquinha, 
fiquei com ela pra mim.”

Antes de ensinar a ler, é preciso ensinar a gostar de ler.

A ideia é estimular a leitura nas crianças desde o berço, e tornar o hábito de ler tão importante quanto tomar banho, comer, escovar os dentes, pois quando mais cedo se começa, mais a criança descobre a importância da leitura na sua vida pessoal e social. Ela se encanta com a narrativa e com sua atitude de leitura e assim começa a criar um forte e agradável vínculo com os livros. Tudo bem se a criança ainda não compreende toda a história, até porque está conhecendo a língua escrita. Nesse momento, o importante é despertar na criança o amor pela leitura.

Ler: mais que um prazer, um dever
O adulto que compartilha uma leitura com a criança está resguardando o direito dela à educação, à cultura e também ao lazer. Por meio dos livros, a criança aprende a nomear o mundo à sua volta, a se conhecer, se expressar e se comunicar com os outros. As histórias desta coleção foram especialmente selecionadas para as crianças aprenderem a gostar de ler desde cedo.


Adesivo da Coleção

Aprenda a ensinar o gosto pela leitura

1. Organize seu tempo e leia para uma criança
Separe uma parte do seu tempo exclusivamente para ler. Mostre que esse momento é só de vocês e que a atenção está toda voltada para a leitura e para a própria criança.

2. Deixe a criança sentir os livros
Deixe os livros sempre à disposição da criança, para que ela possa explorá-los e compreender como são utilizados. A criança deve se familiarizar com eles, antes mesmo de começar a ler. Sentir, tocar, faz parte do aprendizado.

3. Leia a história ao invés de contá-la
Ler um texto em voz alta garante o acesso da criança ao universo da escrita, diferentemente de quando contamos ou dramatizamos uma história. Valorize a leitura e evite improvisos. Aproveite a oportunidade para apresentar novas palavras à criança. Lendo é que se aprende a ler.

4. Valorize o livro
Os livros infantis são ricos não só em relação ao texto mas também às ilustrações e aos projetos gráficos. Revele esses recursos para a criança, permita que ela desenvolva seus gostos e preferências pessoais.

5. Permita à criança expressar-se enquanto você lê
Durante a leitura, pode ser que a criança comece a falar sobre a história, demonstrando curiosidade e interesse. Deixe-a expressar-se livremente. Esse envolvimento torna a leitura mais significativa.

6. Convide pessoas de diversas faixas etárias para ler
A leitura pode ser compartilhada por várias gerações. É uma ótima oportunidade para a troca de experiências.



Bom seria se todas as grandes empresas privadas apoiassem a leitura no Brasil sem partir para uma promoção institucional e se o governo criasse mais leis de incetivo fiscal destinados à cultura.
Para quem não sabe como funciona uma fundação social, em resumo, toda entidade de direito privado como o Itaú, que arrecada enorme quantidade de lucros, tem como obrigação pagar também seus impostos para o governo. Parte desses impostos podem ser 'quitados' se destinados à fundações mantidas pela própria empresa que objetiva um determinado fim não lucrativo em prol da sociedade, tais como moral, literário, artístico, em suma, finalidades não econômicas ou ideais, através dos incentivos fiscais, como a Lei Rouanet.
Ou seja, nada mais do que obrigação das instituições bancárias lançarem projetos e investimentos nas áreas da cultura, e eu que tenho dívida sou correntista no Itaú, me sinto mais no direito ainda de usufruir desse benefício.

Portanto, se você tem criança em casa, convive com uma criança, ou pretende um dia ter, saiba como adquirir sua Coleção Itaú de Livros Infantis acessando o site: http://www.itau.com.br/itaucrianca/