25 novembro 2012

Cicatrizes, de David Small

Conheci Cicatrizes do jeito mais comum hoje em dia: pela internet. Mas a maneira em si é peculiar.
Um dia, acessando o facebook, via foto de uma amiga (Hellen) com esse livro nas mãos e a Emanuela (que escreve aqui) fez um comentário totalmente elogioso que me despertou a curiosidade.
Tratava-se, naturalmente, de mais uma graphic novel interessante.
Quando surgiu a oportunidade ($) eu corri pra comprar e me deliciei em cada página.



Na primeira leitura você pode ser impelido a pensar que se trata de "mais um quadrinho de infância/adolescência conturbada e etc", mas não.
Cicatrizes é um grito sufocado.
É uma história muda.

A narrativa em si não é apenas em torno de um acontecimento e sim dos detalhes que regem toda a vida de David. A riqueza de detalhes, os traços, o silêncio...
O silêncio é quase personagem principal desse sufoco, desse nó na garganta que é o livro.

Sobre a obra, não há muito o que ser dito e sim a ler lido/visto.
Brilhantismo e delicadezas incomuns em uma só história.


Cicatrizes
David Small
Editora Leya / Barba Negra
em média R$40,00