09 dezembro 2012

Dose de Notícias #7



Olá pessoal,

Mais uma semana começando, o apocalipse er...o fim de ano e etc. As notícias vão ficando mais escassa já que todo mundo começa a entrar de férias. A parte boa é aquela mala extra de livros, né? Mas, vamos ao que interessa....o que rolou essa semana?

Uma das notícias boas é que o querido do Luis Fernando Veríssimo está melhorando! Sim, depois dessas semanas beeeem tensas, as notícias da melhora dele estão se espalhando! Eba!



Mas o assunto da semana MESMO foi a chegada da gigante Amazon no país! Eu mesma não acreditei quando abri meus feeds na quinta de manhã cedo e estava lá “Amazon.com.br” está no ar”. Pois é, mas confesso que achei o negócio beeeem miado, viu? O Kindle (e-reader mega super popular da empresa) está sendo vendido a R$299 e num modelo de 1 ano e meio atrás, ou seja...o preço não é aquilo tudo e o modelo é antigão (lembre-se que produtos eletrônicos ficam obsoletos em média de 12 meses). Muitas sinopses de livros foram vertidas para o português pelo google translator e os preços não são muito encorajadores, pelo menos não são de livros realmente interessantes.





Outra notícia do mundo do e-books é que a Google Livros também começou a vender no Google Play títulos em português.

Adendo para opinião: Acho extremamente válidas, necessárias e interessantes as entradas da Amazon, Google, Kobo e o que vier para tornar o nosso mercado editorial presente dentro do mundo digital. Mas confesso que tô achando tudo isso ainda fora da nossa realidade, em um país com baixos indíces educacionais e que a leitura não é um prazer e hábito para a maioria da população, não dá pra se animar muito com esse preços. Aguardemos!


Hoje fazem 35 anos que Clarice Lispector morreu e amanhã, dia 10, se estivesse viva, ela seria uma idosa linda de 92 anos. Claro que a nossa diva-mor da literatura Brasileira vai ganhar uma série de homenagens bacanas pelo Brasil e pelo mundo. Vejam a programação de algumas capitais e o Projecto Clarice que reúne pessoas apaixonadas por ela pelo mundo todo.

E claro, não podia deixar de colocar essa entrevista sensacional dela, a última por sinal, em 1977.




Tem escritor que adora soltar alguma bobagem no Twitter. Aliás...nunca fale nada de abusivo na plataforma, alguém sempre vai ver! Dessa vez foi o escritor Bret Easton Ellis (autor de Psicopata Americano entre outros) que disse que a cineasta Kathryn Bigelow ( que foi a primeira mulher a ganhar o Oscar com o seu “Guerra ao Terror”) seria “levemente interessante” se fosse homem mas como ela é uma mulher gostosa, é super estimada. A atriz Ellen Barkin comprou briga e rebateu dizendo que que mesmo que Bret fosse uma “mulher gostosa” ainda seria um escritor “de merda”, que ele deveria agradecer a Mary Harron por ter dirigido “Psicopata Americano” que é muito superio a qualquer livro dele. Enfim, Bret é um baita escritor mas perdeu a chance de ficar calado, não é?



Mas vamos falar de escritores inteligentes e que só falam belezuras:

" Num país onde a desinformação faz um monte de gente morrer, contrair doença, você vai negar a informação de um livro? Quando vou para a escola, os professores ficam doidos comigo. Quando termina a palestra, os alunos falam: “Pô, que livro era aquele que você falou naquela hora?”. Eu falo de literatura como um amigo explicando. Tento estimular o desejo de ler. Eu sempre tive vontade de prostituir a coisa. É barato, mano. Vai ali que tem livro que é 10 reais, tem a ver com você, você vai entender. Literatura é contestação. Quem tem voz não se abala. Essa é a fita."

Palavras do incrivel Ferréz, escritor paulistano que é considerado um dos pioneiros na dita literatura de periferia. Leiam a entrevista toda na Revista Continuum do Itaú Cultural, é linda demais. Inspirador!



No domingo passado perdemos um grande nome da movimento Concretista, o poeta Décio Pignatari nos deixou, mas com uma vasta obra que faz a gente pensar que realmente a vida vale a pena! Uma galera legal disponibilizou em torrent seis livros do poeta, ensaísta e professor.






Na próxima sexta-feira estreia a adaptação para os cinemas de “O Hobbit” do J.R.R. Tolkien. Depois de uma década da adaptação da trilogia do Senhor dos Anéis, vem aí mais uma trilogia que conta fatos ocorridos antes do primeiro filme “A Sociedade do Anel”. Admito, estou empolgada!





Imagens podem ser uma boa forma de convencer alguém a....ler! O pessoal do site Idea Fixa fez um post bacana sobre duas obras do Ray Bradbury: Fahrenheit 451 e Crônicas Marcianas são dois livros inspiradores. Quer saber por quê? Clica aí!


Para quem ir nas livrarias comprar títulos novos da L&PM vai encontrar um QR Code nas capas. Com ele você acessa informações sobre o livro, escritor e etc. Boa ideia, né?




Para finalizar, deixo vocês com um áudio do poeta beat William S. Borroughs lendo um conto seu chamado “The Priest They Called Him” em 1992 com a trilha de que ninguém menos que o vocalista do Nirvana, Kurt Cobain. Bacana!