17 janeiro 2013

Peruca, Pizza e Pitadas de Químio

“Sempre levei uma vida saudável e nada indicava que eu ainda teria que lidar com um diagnóstico de um linfoma (câncer no sistema linfático) gravíssimo. Depois da notícia, me vi diante de uma escolha: deveria ir para casa chorar ou arregaçar as mangas e tomar todas as decisões pertinentes ao assunto. Optei pela segunda alternativa. Este livro traz os 170 e-mails que escrevi para minha família e amigos, relatando com otimismo e bom humor o dia a dia de um tratamento que começou no outono, acabou na primavera e permitiu que eu passasse o verão em paz e cheia de vida.”

Com os filhos morando nos EUA, a socióloga Ivani Rossi reside numa casa super aconchegante num bairro de classe média em São Paulo, com passarinhos cantando no jardim e um forno de pizza no quintal, aonde adora receber os amigos e com prazer prepara jantares feitos com amor, aliás, comer é uma das paixões de Ivani! Apaixonada por fotografia, séries, filmes, livros e viagens, durante a leitura de seus relatos fui conhecendo-a tanto, me identificando tanto, seja pela sua visão de vida ou por ser taurina, engraçada, determinada, corinthiana, persistente; que no final do livro já estava me sentindo amiga íntima dela. Sabe uma pessoa gostosa de se ouvir/ler? Interessante, culta, amável, abraçável, é assim que vejo Ivani.


De subtítulo “Relatos bem-humorados de um tratamento de sucesso contra o câncer”, ao iniciar a leitura supus erroneamente que se tratava de uma leitura do gênero autoajuda, mas não! Ivani Rossi relata suas experiências através do “Iva News” (e-mails diários que enviava aos filhos, amigos e parentes), deste o dia em que soube do diagnóstico até o dia em que o seu oncologista lhe envia um e-mail dizendo que o linfoma foi combatido com sucesso.
O mais interessante da leitura não é somente conhecer a rotina de um paciente em tratamento com quimioterapia, injeções, hospital, consultas e efeitos colaterais dos medicamentos (como a queda dos cabelos), porque isso, por si só, já é um assunto interessante e nos passa uma preparação psicológica, visto que, Ivani desmistifica o câncer como uma sentença de morte, e lida (e nos ensina a lidar) com a doença, como se fosse somente uma gripe forte. Mas também pelo bom-humor que ela carrega e positividade que transmite, o conhecimento que possui, o bom gosto, a alma que admira e se encanta com as coisas simples da vida, seja ao admirar a lua, ao ouvir as histórias do seu acupunturista, e, ao brincar com seus netinhos. Me diverti "ajudando" Ivani a escolher entre as perucas "indiana", "francesa" e "americana", e só uma alma iluminada como a de Ivani para rir dessas situações... enquanto muitas pensam que a vida acabou, que estão doentes, carecas, se preparando para a morte, ela vive e sorri para a vida.

Depois de superado o câncer, Iva decide reunir todos esses e-mails para transformar neste livro de 252 páginas, lançado pela nossa parceira Pulp Edições.

Selecionei esse trecho (dentre vários outros que gostei) pela identificação:

“...Sou livro-dependente... Preciso ter uns três livros na minha cabeceira para me sentir feliz... rs... rs... Aos poucos, vocês, vão descobrindo minhas neuroses... E tem mais: mesmo sendo chato que dói, eu tenho que ler o livro até o fim... Masoquismo??? rs... rs...” Pag. 183

Nós amigas, aqui do Dose, temos um e-mail de grupo em que, as mensagens enviadas são direcionadas à caixa de entrada de cada uma, e assim, nos falamos quase que diariamente, e debatemos sobre todo e qualquer assunto, desde livros, desabafos, até fofocas em primeiríssima mão, então sempre que surge uma vontade e uma saudade, estamos nos comunicando. Em muitos dos momentos em que lia a Ivani, lembrei dos vários e-mails trocados e dos momentos que passamos, nada grave como um câncer, mas dignos de toda a atenção, compreensão e companheirismo necessários nessas horas. 
O que curou Ivani não foram somente as doses de "nekine" e as químios, mas a presença constante das amigas e familiares, a atenção dos que estavam na lista do "Iva News" e a vontade de viver dessa guerreira.

Este é o tipo de leitura que além de ser uma companhia agradável, é um daqueles exemplos de vida que nos faz refletir sobre valores familiares, sobre o modo de vida que levamos, e da importância que é viver cada dia de nossa vida da melhor maneira possível, como se não houvesse amanhã, afinal, essa vida é tão curta perto da eternidade e desse nosso universo infinito... que nunca temos a certeza se amanhã estaremos mesmo aqui para contar a nossa história.

Este livro é o recado que Ivani Rossi deixou ao mundo. Ela tinha diante de si toda uma situação que poderia levá-la ao desespero, à entrega, à depressão, mas preferiu lidar com este problema como se não fosse um problema, optou pelo contrário, e com garra superou. Durante o tratamento, ao invés de reservar o seu jazigo, ela planejou diversas viagens, e eu adoraria poder acompanhar o restante dessa história. 

Depoimento de Ivani Rossi ao "Doadores de Sabedoria":



Ficha Técnica: 
Título: Peruca, Pizza e Pitadas de Químio
Autora: Ivani Rossi
Editora: Pulp
Páginas: 252
Gênero: Câncer-pacientes-psicologia
Lançamento: 2012
Preço Sugerido: R$35,00