Cozinha Confidencial, Anthony Bourdain.

A comida e a literatura, na verdade, andam meio que de mãos dadas. Quem já viu em muitos livros a descrição detalhada e saborosa de jantares aristocráticos em livros clássicos ou o erotismo fortemente ligado à figura da comida?
Pois bem, esses pequenos exemplos podem crescer se a gente parar pra pensar direitinho.

Eu sou uma foodie declarada e descarada, me divirto na sessão de culinária das livrarias, fico felicíssima quando lembram de mim com alguma receita e - óbvio ululante - assisto muita tv quando o assunto é comida. Alienação? Você pode julgar como quiser, mas sei bem mais da temperatura ideal pra cocção de uma carne do que da economia do país.
Pois bem, nessas andanças culinarísticas da tv conheci Anthony Bourdain.
Falastrão, arrogante, as vezes sem educação e...irresistível! 
E nas outras andanças da vida esbarrei com o livro Cozinha Confidencial, do qual já tinha conhecimento pois a Michelle já o havia lido.


Trata-se de um retrato quase auto biográfico de Tony, se não fosse por trechos que eu considerei um pouco exagerados demais e acabei tendo como ficção. Tudo bem, se ele lesse minha humilde resenha ia no mínimo mandar eu ir "me foder"...então não ligo a mínima para isso. rs
É um livro muito legal, muito divertido e ligeiramente assustador. Ele é muito aberto ao retratar algumas coisas podres por detrás dos restaurantes cheios de estrelas que vemos por aí. Mas também é bem humorado ao tratar de si mesmo (no começo do livro) como um neófito cheio de arrogância, boas intenções e nada de experiência. Pois bem...passou o tempo e a arrogância - pelo notado - foi a única que ficou.


Alguns trechos são desnecessários ao meu ver. Por exemplo, quando ele faz questão demais de se colocar como um ex junkie, cheirador de marca maior... parece mais um orgulho do que exatamente um arrependimento pelas merdas que enfiou em seu próprio corpo. Cuidado então, pessoas influenciáveis.
Outro trechinho meio boooring é o capítulo dedicado a um dia em sua vida. Vale como um relato da dificuldade, mas eu preferia as descrições mas interessantes.

Porém, no geral é - como eu disse antes - bem bacana e te prende do início ao fim. Vale dizer também que Bourdain é escritor de ficção e seus livros quase sempre (ou sempre? ainda não li mais coisas dele e o que sei são informações de terceiros) tem a temática comida...o que, para fanáticos como eu, é um prato cheio.
Sem delongas, vale a pena ler. Pena que é bem caro o exemplar novo, mas eu achei num preço muito mais razoável na estante virtual.

Agora um adendo pessoal sobre minha vontade de me tornar chef de cozinha: depois do que eu li, pessoal... nem a porrete quero isso pra mim. Rs

Comentários

  1. Preciso comprar esse livro! Sempre fui fã do Bourdain, e é muito bom saber que não sou a única (high five o/)! Curti muito a resenha!

    E sobre ele se orgulhar de ser junkie, olha, do que assisti de "Anthony Bourdain: Sem reservas", entendi que ele adora se orgulhar de detonar o próprio corpo. Em um episódio ele fala que entre fazer uma dieta bonitinha e tomar o remédio pra colesterol (sem parar de comer besteiras, beber horrores e fumar maconha), ele prefere o remédio. Ele é pirado, mas adoro os comentários ácidos e o jeito irônico dele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gaby,se quiser posso te emprestar.
      Adorei que curtiu minha "resenha" rs

      Excluir
  2. Gente mau-humorada e arrogante eu admiro. Não por serem arrogantes, mas por se mostrarem como são. Só por ai já merece ser lido.
    Sendo cheff e ex junkie, mais vontade de ler ainda!

    Juro que não conhecia, vou pesquisar para conhecer mais sobre Bourdain.

    Adorei seu texto, Jana! :-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Eni, tb gosto dele pelo msm motivo que vc disse...apesar de achar que ele fala demais as vezes.
      Bjoca e se quiser emprestado, ofereço pra vc tb!

      Excluir
  3. Bourdain é foda. Vejam o programa dele sobre sp, achei muito bom. http://www.youtube.com/watch?v=v8yulE1imCw

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lucas, eu já vi mas sempre que da eu revejo...é engraçado. Mas seria trágico pra mim se fosse com a minha MG...kkkk

      Excluir
    2. ahuhuahu. Bem ele não falou nenhuma mentira. Säo Paulo é bem aquilo mesmo. Mas como ele disse, você acaba se acostumando e até mesmo gostando daqui. Alias, acho que no novo programa dele (the layover) ele voltou a sp.

      Excluir

Postar um comentário

Bem vindo(a) ao Dose Literária.
Agradecemos seu comentário e tentaremos responde-lo assim que possível ;)