01 fevereiro 2013

Nós, gatos, já nascemos pobres

Porém, já nascemos livres

Meu amor pelos gatos é antigo. Tudo começou em 1996 quando uma gatinha apareceu aqui em casa e ficou. Ela se chama Natasha e vive comigo até hoje, cresci junto com ela e aprendi a amar e respeitar os gatos. Lembro que o primeiro livro que eu tive foi o de um gato xadrez, não consigo lembrar o nome dele, já virei o google de cabeça para baixo e não me lembro. Infelizmente não o tenho mais em minha coleção para postar aqui.

Já escrevi vários posts falando de livros sobre gatos e de autores apaixonados pelos felinos, mas nunca mostrei minha coleção. Vou comentar um pouco sobre eles.

 

Como comentei no meu último post, William S. Burroughs era apaixonado pelos gatos, tanto que ele escreveu este O Gato por Dentro. Lembro que um amigo leu este livro e comentou comigo que após a leitura ele ficou com vontade de ter um gato. Burroughs descreve tão bem o amor pelos gatos, que é impossível não se identificar.

Dewey foi um desses livros que pegou carona no sucesso de Marley & Eu. Não é um livro perfeito, há algumas falhas, mas é sensacional acompanhar as aventuras do gatinho que morava numa biblioteca.

Gatos - Dicas e cuidados para uma convivência perfeita foi presente de uma amiga. Como diz o subtítulo, ele nos dá dicas para cuidar melhor dos felinos. É bem resumido e interessante para quem vai adotar um gatinho.

O Cemitério, do Stephen King, tinha que estar nessa lista. Acho que muitos já viram o filme que foi baseado neste livro e impossível não se lembrar dessa cena.

Simon's Cat virou o gatinho mais querido da internet (quer dizer, até aparecer a Grumpy Cat) por causa dos vídeos sensacionais de seu "pai", Simon Tofield. No ano passado a L&PM lançou uma coletânea com vários desenhos dele, claro que garanti a minha edição.

What cats are é um livro de fotografias de gatos que uma amiga que mora nos Estados Unidos me mandou. É um dos mais bonitos da minha coleção!

Coraline foi o primeiro livro do Neil Gaiman que eu li e foi amor à primeira vista. Coloquei na lista por causa do gatinho preto fofo.


O Gatinho da Caixa foi presente da Anna, tem as ilustrações mais lindas.

Comprei Os Gatos da Patricia Highsmith única e exclusivamente por causa da capa. Eu não fazia ideia do que se tratava e muito menos quem era a autora. A Mara falou dele aqui e eu aqui.


Claro que não poderia faltar O Gato Preto, de Edgar Allan Poe. Ele já foi adaptado para o cinema diversas vezes e talvez seja meu conto preferido!

Para finalizar, minha citação preferida de meu escritor preferido: Charles Bukowski.

 
É bom ter um monte de gatos em volta. Se você está mal, basta olhar pra eles e fica melhor, porque eles sabem que as coisas são como são. Não tem porque se entusiasmar com a vida, e eles sabem. Por isso, são salvadores. Quantos mais gatos um sujeito tiver, mais tempo viverá. Se você tem cem gatos, viverá dez vezes mais que se tivesse dez. Um dia, isso será descoberto: as pessoas terão mil gatos e viverão para sempre.
 
A inspiração para este post? Este vídeo sensacional da Claire. :)