20 março 2013

Trilogia Suja de Havana (Pedro Juán Gutiérrez)

O texto de hoje foi escrito pela amiga e convidada Maria Valéria.
Nascido em Matanzas - Cuba, em 1960, Gutiérrez é um famoso escritor, pintor e jornalista. Famoso por sua forma de narrativa, já trabalhou em diversas funções ao longo da vida, antes de se tornar escritor, inclusive já cortou cana e foi locutor de rádio. No jornalismo, tem 26 anos de carreira. Apesar das dificuldades pelas quais passou, é um grande escritor de prosa e poesia. Vive em Havana e suas atividades hoje são exclusivamente a pintura e literatura. Além de Trilogia Suja de Havana, outros livros publicados seus são: O Rei de Havana, Animal Tropical, O Insaciável Homem-Aranha, Carne de cão, Nosso GG em Havana, O ninho da serpente: memórias do filho do sorveteiro e Coração mestiço. Há ainda o conto Melancolia dos Leões e umas obras em Poesia.

Com uma linguagem suja [como o título sugere], perversa, cheia de sexualidade depravada e decadente dos habitantes de um prédio com risco de demolição, na cidade de Havana, Pedro Juán nos faz embarcar num universo cheio de degradação, pobreza, desesperança e, apesar de tudo - aceitação. As pessoas que lá convivem sabem que suas vidas não vão melhorar, mas dão um jeito de ser felizes mesmo assim... Com alguns copos de álcool, cigarros ou charutos, maconha, sexo pago, à 2, à 3 ou mesmo solitário, o estômago gemendo de fome e formas [i]morais de se ganhar a vida, eles vão se virando...

Pedro Juán se coloca entre seus personagens. O livro é uma espécie de autobiografia, os contos são breves, em sua maioria, e são experiências do próprio autor, relatadas de forma subversiva, e, embora não pareça, despertam o interesse do leitor justamente por essa desesperança decadente... Achei a forma de escrever de Pedro Juán como a de Charles Bukowski, então acredito que, quem gosta do velho estilo bêbado/sujo do 'velho Buk', irá apreciar a obra de Gutiérrez...
Pedro Juán Gutiérrez
Sexo não é para gente escrupulosa. Sexo é um intercâmbio de líquidos, de fluídos, de saliva, hálito e cheiros fortes, urina, sêmen, merda, suor, micróbios, bactérias. Ou não é. Se é só ternura e espiritualidade etérea, reduz-se a uma paródia estéril do que poderia ser.
Nada.