10 abril 2013

Promoção de abril: 'Virando o Jogo' de Mônica de Castro

'Virando o Jogo', obra mais recente da escritora carioca Mônica de Castro, nos apresenta uma história de amor que vem atravessando vidas, superando as barreiras da mudança e desacelerando as angústias para dar lugar ao equilíbrio.



Este romance espírita foi ditado pelo espírito Leonel, e lançado pela Editora Vida & Consciência. Leia a resenha completa desta obra que será sorteada aqui no Dose Literária no dia 30 de abril (terça-feira). Para concorrer ao livro + marcadores, basta preencher o formulário abaixo:


 



Não deixe de participar!



PLUS:

Acompanhe alguns pensamentos da escritora Mônica de Castro:

"Se tiver que gastar a sua energia para falar, fale somente coisas boas. O mal desperdiça bons fluidos, envenena a alma e esfria o coração. Palavras boas iluminam o ambiente, fazem as pessoas felizes e, é claro, revitalizam suas energias, transformando-as em realizações que geram prazer e alegria. É tudo uma questão de escolha, porque o discernimento na hora de falar só pertence a nós."

"Não desanime se alguém o tratar com ingratidão. Ser grato é uma virtude que muito poucos possuem. Faça o que tem de fazer por amor a si mesmo, porque é a coisa certa, não esperando o reconhecimento do próximo. O reconhecimento pelas nossas atitudes, quem faz é a vida. Quem ajuda esperando agradecimento age movido mais pelo orgulho do que pelo amor, que é sempre desinteressado. E por mais que a ingratidão magoe, a satisfação de ter feito o melhor é um presente de luz. De qualquer forma, seja grato ao outro por lhe permitir reconhecer o que há de melhor em você mesmo, ainda que ele não consiga enxergar isso. Faça por você e você estará sempre bem consigo mesmo."

"Nunca se canse de perdoar, porque o perdão não se esgota quando é exercido. Ao contrário, quanto mais perdoamos, mais fazemos crescer a nossa capacidade de tolerar e compreender. Não multiplique as ofensas devolvendo-as a quem o ofendeu. Isso vira um caminho sem fim, não acaba nunca. Liberte-se de ressentimentos, ódios e desejos de vingança. Não se melindre à toa. Perdoe. Só vai lhe fazer bem."


 P.S: Fragmentos retirados da página pessoal da autora.