17 maio 2013

Carol, de Patrícia Highsmith

            
Publicado em 1953 com o pseudónimo de Claire Morgan tinha originalmente o nome de “The Price of Salt”. Foi o segundo romance de Patrícia Highsmith. E posteriormente o nome do livro foi mudado para Carol.

A história se passa nos anos 50 em Nova York e narra a vida de Therese Belivet, uma jovem de 20 e poucos anos que começa a trabalhar em uma loja de departamentos na seção de bonecas no Natal, mas seu verdadeiro interesse é juntar dinheiro para investir no que realmente quer, que é seguir na carreira de cenógrafa de teatro. Porém devido ao emprego, ela conhece uma mulher que lhe chama muito atenção, ela a vê apenas uma vez mas não consegue se desligar da atração que essa desconhecida lhe causa. 

Essa mulher é Carol. A partir daí acompanhamos os diálogos ótimos (que prendem o leitor) e as atitudes pouco convencionais dos personagens da trama.  
Carol e Therese acabam ficando muito próximas e essa amizade muito íntima acaba por chamar a atenção de outras pessoas, como Carol é uma mulher recém divorciada e tem uma filha  isso vai causar certos conflitos que fazem com que Carol tome a decisão de viajar pelos EUA com Therese e é justamente nessa viagem que a história ganha um ritmo mais interessante pois acontece algo inesperado.

O que posso dizer é que o livro me chamou atenção por vários aspectos, mas me surpreendeu pelo fato de ter um escrita delicada. A autora narra dando leves sugestões do que acontece com as personagens mas tudo é muito subentendido (principalmente quanto ao romance das duas). 
Existe uma áurea de mistério ao redor das personagens que permanece até o fim e eu gostei demais disso. Nunca havia lido nada da autora, mas conhecia de nome por causa da série sobre Thomas Ripley que posteriormente foi transformada no filme “O Talentoso Ripley” (filme ótimo por sinal) protagonizado por Matt Damon. Para finalizar, fiquei sabendo que já existe a notícia que um filme sobre o “Carol” será produzido e protagonizado por Cate Blanchett e Mia Wasikowska. Notícia aqui.

Espero que tenham gostado, essa é minha primeira resenha "oficial" aqui no dose. Então comentem, critiquem, deem dicas, que vou procurar estar sempre melhorando :)