23 maio 2013

Top 5: Livros de terror

Histórias de terror e suspense sempre foram as minhas preferidas, tanto na literatura, na música, quanto no cinema, seja horror mórbido ou terror psicológico. Estou sempre em busca de leituras deste gênero, baseado em histórias reais, ficção fantástica ou sci-fi, poesia gótica, contos macabros, que tenha relação com bruxaria, fantasmas, mortos-vivos, crimes bárbaros, vampiros, eventos sobrenaturais, monstros, lobisomens, mortes, mistério, possessão demoníaca, não importa, desde que contenha doses elevadas de suspense e um bom enredo, me fascina toda e qualquer história que tenha um pé nas trevas. Quanto mais amedrontadora, subversiva e original, melhor.
Selecionei então os meus cinco preferidos para falar um pouco sobre eles.

5) O Caso de Charles Dexter Ward – H. P. Lovecraft


Já admirava Lovecraft antes mesmo de ler qualquer livro dele só pela sua biografia e por um filme de 1993 adaptado de três de seus contos. Ele é talvez um dos poucos autores cuja obra literária não tem meio-termo: volta-se única e exclusivamente para o horror, tendo como finalidade perturbar o leitor, depois de atraí-lo para a atmosfera, o ambiente, o clima daquilo que lê. O livro em questão trata-se da história do jovem pesquisador homônimo que desaparece logo no início da leitura, durante a atmosférica narrativa envolta em fatos relacionados a magia negra e necromancia, conhecemos a história de Charles e o resultado assustador de suas pesquisas. Não é o mais temível de todos, mas sem dúvida uma grande obra do gênero, escrita de forma clássica e em inglês arcaico.

4) Frankenstein – Mary Shelley


A história do monstro criado a partir da junção de partes humanas pelo médico Victor Frankenstein para mim não foi tão assustadora quanto a maldade existente nos seres humanos que cruzaram o seu caminho; desprezando-no por ser diferente, despertando sua ira e seu ímpeto vingativo, fizeram-no monstruoso por sua aparência, resistência física e força descomunal, quando na verdade o ser era contido de essência bondosa e afável. A monstruosa criatura ganhou fama e reconhecimento mundial por sua verdadeira mãe, a escritora inglesa Mary Shelley, que em sua narrativa detalhada em tom gótico e envolta de mistério, compôs essa obra-prima digna da prateleira da sessão de terror de todas as estantes.

3) O Iluminado – Stephen King


Li-o recentemente e para determinar o quão assustador ele é, numa escala de zero à cinco, ele é seis. Stephen King já é conhecido por sua vasta bibliografia, e por ser o mestre do terror contemporâneo, ele só não está em primeiro porque não estou levando em conta o valor do gênero, mas o quão significativo e importante são para mim e o conjunto da obra. Dá muito medo acompanhar os eventos sobrenaturais da trama e "ouvir e ver" junto com o pequeno iluminado Danny Torrance os fantasmas habitantes do hotel Overlook, tão apavorantes quanto perigosos.

2) Histórias Extraordinárias – Edgar Allan Poe


As sensações e impressões que tive quando li este livro eu acredito que jamais sairão de mim, pois já se passaram mais de dez anos desde a primeira vez e até hoje aquela ansiedade misturada a pavor durante a leitura me é muito vívida, nunca vou me esquecer daquelas madrugadas frias debaixo do cobertor lendo esta obra-prima de Poe. A obra é composta por 16 contos, todos com teor lúgubre de diferentes formas, narrados por uma voz cavernosa, densa, mas primorosa, uma sensação que só em Edgar Allan Poe encontrei até hoje. Meus assombrosos contos preferidos deste livro são O Gato Preto, Os Crimes da Rua Morgue, A Carta Roubada e O Poço e o Pêndulo.

1) Drácula – Bram Stoker


Esse gordinho de 552 páginas que completou no ano passado cem anos de existência, não está aqui a toa, além de ser uma das obras mais completas e bem escritas que já li, tem impregnado em suas páginas a essência do verdadeiramente vampiresco, o temível Conde Drácula. Por também ser narrado de forma epistolar, o que engrandece ainda mais a história, a maneira com a qual foi escrita por Stoker dá margem às diversas adaptações, pois são extensos os modos de interpretação de uma mesma história. Na adaptação fílmica feita por Francis Ford Coppola, por exemplo, tornou-se, na minha opinião, o complemento visual mais perfeito por ser o mais fiel em termos de essência e pomposidade visual, nem tanto em narrativa, já que no livro o conde sequer possui fala. Ele é descrito pelos personagens Mina, Jonathan Harker, Lucy e Dr. Van Helsing, que temerosos pelo mal que o Conde impõe-lhes, descrevem cenas aterrorizantes. A obra foi precursora de um estilo, difusora do mito Vlad Tepes, tem elegância na narrativa e o seu valor literário, merece estar aqui em primeiro lugar.


Posts relacionados:
Top 5: Livros de terror (por Michelle)
1001 Livros: O Iluminado - Stephen King
1001 Livros: Frankenstein, ou O Moderno Prometeu


Mais da Tag:

Top 5

6 comentários:

  1. Sempre muito relevante, Eni.
    Eu traria o Lovecraft para a terceira posição e deixaria o King em sexto! rss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dependendo do ponto de vista observado, Lovecraft ficaria até em primeiro, HerrBrandt, rs, e realmente, depois que publiquei quase me arrependi... anyway, foi citado e isto que é válido. ;)

      Excluir
  2. Eu sou muito fã de tops \o/ Fico sempre animada e fico sempre pensando quais são os meus tops também e vou dizer...essa sua listinha está ótima.
    Eu só conheço a obra de Lovecraft por causa de alguns contos avulsos :( nunca consegui nenhum livro dele completinho pra ler, mas logo que achar não vou perder tempo até porque o conto dele "Vento frio" foi um dos contos que mais me deixou aterrorizada na vida (o outro é o Gato Preto do Poe). Os demais livros eu concordo e assino em baixo, li todos e sou fã de cada um, talvez minha ordem de preferência não seja a mesma mas com certeza eu acho todos assustadores e instigantes cada um da sua maneira.

    p.s.: a tua edição do história extraordinárias é igual a minha, tenho o maior carinho por ela, acho-a linda :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, amiga!
      Tenho uma lista grande de diferentes Top 5 ainda pra fazer... difícil é escolher o Top entre os Tops. rs
      Essa edição de Poe é linda demais! Paguei num sebo R$8 pq é comum encontrá-la (todo mundo que conheço tem essa edição). rs

      Excluir
  3. só não li ainda o de Lovecraft, mas pretendo. Os outros eu li e só Drácula foi emprestado, preciso ter minha própria edição...
    amei a tag...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, esse Drácula tem cada edição maravilhosa!!! A minha é uma das mais simples, acredito eu. Um dia terei-o em capa dura, sonha *-*

      Excluir

Bem vindo(a) ao nosso Clube do Livro!

ShareThis

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...