09 junho 2013

O livro proibido pela Nova Ordem

Esta semana recebi uma correspondência, sem remetente, com este bilhete e um CD:


O vídeo em questão:


Semanas antes já havia recebido outra correspondência, também sem remetente, falando sobre o Jornal Nova Ordem, e minhas suspeitas se confirmaram...

Trata-se da campanha de divulgação do mais recente lançamento da Novo Conceito que nos enviou o kit fenomenal do primeiro livro da série Bruxos e Bruxas de James Patterson que já possui milhares de fãs pelo mundo inteiro.


A esta altura, eu aceitaria uma lobotomia numa boa. Acho que é isso que temos que encarar quando a liberdade deixa de ser um sonho.


É como entrar em um pesadelo. Do nada, você é retirado de sua casa, preso e acusado de bruxaria. Parece século 17, mas é o governo da Nova Ordem, e está acontecendo agora!


Sob a ideologia da Nova Ordem, O Único Que É O Único mantém seu poder à força, sem música, nem internet, nem livros, arte ou beleza. E ter menos de 18 anos já é motivo suficiente para que você seja suspeito de conspiração.

Os irmãos Allgood estão encarcerados nesse pesadelo e, para escapar desse mundo de opressão e medo, terão que contar um com o outro e aprender a usar a magia.

Confira o booktrailer:


Agradeço à editora pelo envio do livro que ainda este mês será resenhado, e parabenizo-a pelo grande trabalho de divulgação e pela imprescindível qualidade no material selecionado para compôr o kit, é um sonho de tão lindo!

Ao folheá-lo percebi que em alguns capítulos há fortes referências às obras de Aldous Huxley, George Orwell e outras distopias, o que considero digno quando a ideia é trazer os jovens para a leitura de livros mais sérios.

Mal vejo a hora de ler e contar à vocês o que achei da leitura.