21 junho 2013

Top 5: Fantasia e Aventura

Escolher os cinco melhores entre um gênero, de todos os que li ao longo da minha curta vida de leitora é não só prazeroso como um momento nostálgico, pegá-los novamente da estante, folheá-los e reler alguns trechinhos me fazem querer ler cada um novamente. Mas enquanto continuo sem tempo para novas leituras, eis a lista dos meus melhores livros de fantasia e/ou aventura:

5) A Volta ao Mundo em 80 Dias – Júlio Verne


Li quando era adolescente e lembro de como me tornei mais sonhadora e desejosa de aventuras depois desta leitura. O francês Júlio Verne me abriu portas não só da imaginação, mas para um futuro imenso, num mundo possível, sem fronteiras, bastava o querer. Aprendi também com Phileas Fogg e seu criado, que as viagens que a mente fazia eram tão importantes e vivazes quanto as a bordo de um balão, e que quando desejamos algo com muito afinco, e corremos atrás, mesmo que impulsionado por uma aposta, podemos ser recompensados de forma inesperada e prazerosa. Ainda não dei uma volta ao mundo, muito menos num balão, mas quem disse que desisti desse sonho?

4) Alice no País das Maravilhas – Lewis Carroll 


Quando o inglês Charles Lutwidge Dogson escreveu esta fascinante história, talvez não tivesse imaginado o quanto perduraria seu legado, pois quando proferido seu pseudônimo, Lewis Carroll, imediatamente é remetido a história de Alice. A menina de personalidade forte e de imaginação infindável criou em mim um fascínio desde a infância quando pela primeira vez vi o filme da Disney, mas foi depois de adulta que fiquei apaixonada pela história, quando o li em 2009 nessa edição da L&PM. Alice até hoje inspira diversos artistas, principalmente os que fazem analogia da história com o efeito psicodélico de algumas drogas alucinógenas, como é o caso de Jefferson Airplane em White Rabbit, e Raul Seixas em Check up “Acabei de dar um check up geral na situação, o que me levou a reler Alice no País das Maravilhas...” 

3) O Pequeno Príncipe – Antoine de Saint-Exupéry


Desde pequena ficava encantada com o desenho do pequeno príncipe na tevê, mas depois que li a obra na íntegra em 2007, com todas as suas ilustrações originais, suas mensagens nas entrelinhas, com lições e descrições da mente fantástica do francês Antoine de Saint-Exupéry, nessa edição fofíssima da peruana Los Libros más Pequeños del Mundo, ai é que me tornei fã. Acho que todo mundo deveria ler esse livro, é carregado de sensibilidade, de inocência, de esperança, de imaginação e tudo em linguagem muito simples e cativante. Gente, até as páginas coloridas e o cheirinho desse livro me fazem sentir criança de novo.

2) A Guerra dos Tronos – George R. R. Martin 


Quem leu sabe exatamente porquê d'ele estar aqui em segundo (por que não em primeiro? ...logo saberão). Apesar da série completa ser digna de um top 5 só dela, este foi o único das Crônicas de Gelo e Fogo que li até o momento (aaahhh), e obviamente conheci-o através do seriado adaptado pela HBO. A narrativa é conduzida de maneira rica e simples, Martin é descritivo e sucinto ao mesmo tempo, consegue criar dezenas de personagens sem que esqueçamos de um ou outro a cada capítulo, e cada um tem sua função, que são conduzidos à grandes desfechos. Eu queria falar muito mais sobre essa grandiosa obra de fantasia mas temo não conseguir a altura, minha sugestão, leia-o!

1) O Hobbit – J. R. R. Tolkien 


Agora entendem porque Guerra dos Tronos não está em primeiro na minha lista the best fantasy literature; enquanto não existir outro Tolkien, ele não será superado. O Senhor dos Anéis só não está aqui porque ainda entrará numa lista só de séries/trilogias, portanto o escolhido para receber a Caneca de Café de Ouro da minha prateleira de fantasia é, o pequeno e mais corajoso aventureiro da Terra Média e de toda a literatura fantástica, Bilbo Bolseiro. Um dos melhores e mais completos livros do gênero que li até hoje. 

Leia mais alguns Top 5 do Dose.

E monte a listinha dos seus cinco melhores ai nos comentários, please! ;)