29 setembro 2013

Ágeis, peludos e... Comem gente!


Estava ansiosa pela leitura desse livro a partir do momento que li a sinopse. A outra vida, de Susanne Winnacker, fala sobre a história de Sherry, que precisa sobreviver e proteger sua família em meio ao caos que o mundo em que vivia se tornou, depois que um vírus tomou conta da cidade e transformou a população em seres peludos, fortes e com o corpo coberto de pelos, sem contar o fato que eles agora se alimentam de carne... Humana.
Sherry vive com seus pais, uma avó e dois irmãos menores dentro de um abrigo em sua casa, protegido por uma porta de aço. O problema é que depois de três anos, um mês, uma semana e seis dias no abrigo, a comida armazenada acabou. E eles precisam encontrar alimento ou vão perecer de fome. O pai de Sherry resolve sair do abrigo, levando a filha com ele, pra procurarem comida. Todo esse tempo, a garota não tinha visto a luz do sol, e eles não faziam idéia do quanto o mundo estava devastado lá fora. A saída do lugar seguro foi uma surpresa [desagradável] para ambos.

Tudo piora quando eles se deparam com criaturas modificadas [seus vizinhos e pessoas que conheciam] pelo caminho. Corpos em estado de decomposição, as ruas abandonadas, nem uma alma viva [e normal como eles] por perto... Ao procurarem comida numa loja aparentemente vazia, eles sofrem um ataque e o pai de Sherry é levado embora. Ela só não foi morta porque recebeu ajuda de alguém...
Joshua viu sua irmã ser levada pelos mutantes que agora infestam Los Angeles. Ele tinha feito uma promessa a si mesmo de proteger sua irmãzinha e falhou. A partir de então, ele jurou que ajudaria cada pessoa que encontrasse pelo caminho, mesmo tendo que arriscar sua própria vida para isso. 
Nesse ínterim, ele e Sherry se encontram. Ele ajuda Sherry na procura por seu pai, resgata a família de Sherry do abrigo e leva-os a um local mais seguro, aparentemente longe das criaturas mutantes. Joshua é prudente, e faz de tudo para proteger aqueles que se encontram em seu refúgio. Mas será que os mutantes são a única ameaça de quem eles devem se defender? Como o vírus surgiu? Com o interesse de quem? Essas questões ficam mais presentes e com mais freqüência nos pensamentos de Joshua... Mas sobreviver é o que importa, de qualquer forma. 

"A outra vida não existe mais. Este novo mundo tem suas próprias regras. Sobreviver aos ataques é uma delas." 

A todo momento durante a leitura, eu me colocava no lugar de Sherry, e de como seria minha vida se por acaso acontecesse isso com meu cotidiano e tudo virasse de ponta-cabeça. A trama de Susanne Winnacker nos transporta para dentro do livro e simplesmente você não consegue parar de ler. Aos poucos você vai se vendo em Sherry ou em outros personagens. Tensão permeia todo o livro. A cada capítulo, você se pergunta o que vai acontecer com os sobreviventes, quem vai morrer, quem será infectado, como eles vão se livrar dessa situação, se eles serão atacados a cada passo que dão fora do abrigo... Há alguém por trás de tudo isto, mas quem? Cabe a Sherry e Joshua descobrirem. E em meio a essa situação, ainda é possível as pessoas se apaixonarem e não será uma surpresa isso acontecer com os jovens protagonistas. 
O livro, publicado pela Editora Novo Conceito, é o primeiro de uma série. Não sei ao certo quantos livros serão, e não há previsão de quando o segundo será publicado no Brasil. Mas é correto afirmar que a Novo Conceito acertou mais uma vez, ao lançar uma história que arrebata o leitor por entre suas páginas. A edição é muito bem feita, a capa tem uma arte linda e são 270 páginas que vão tirar o fôlego do leitor. 


Ficha Técnica:
A outra vida
Autora: Susanne Winnacker
Editora: Novo Conceito
Ano de lançamento: 2013
Edição 1
272 páginas.
Preço sugerido: R$ 29,90
Gênero: Distopia.


Posts relacionados: