Infância e Livros...


Adoro livros infantis, infanto-juvenis... fizeram parte da minha formação literária, são base pra toda a vida... aliados aos gibis da turma da Mônica, Disney entre outros, foram eles que despertaram meu gosto para leitura, e sempre por incentivo [positivo e saudável] dos meus pais. Devo isso a eles...

Hoje, com folhas caídas e amareladas de 27 outonos no jardim, releio umas obras que marcaram minha infância... e acabo lendo outras que não me vieram às mãos no melhor da minha idade... e vejo que, apesar de parecerem bobinhos, os textos super curtos são capazes de fazer minha cabeça parar e refletir sobre vários aspectos da condição humana... lições de vida, textos com 'moral da história' que alertam sobre problemas que podem alcançar até a vida adulta crianças com pouca idade, dentre outras possibilidades... são curtos, cheios de ilustrações, mas trazem verdadeiras contextualizações a serem expostas no dia-a-dia...


Se com quase 3 décadas de existência, ainda me impressiono com um livro como 'Agora não, Bernardo', imaginem um livro desses na cabeça de uma criança de 5, 6 anos de idade? [partindo do pressuposto, é claro, de que as crianças de 5 ou 6 anos de HOJE, tenham os mesmos 'valores' fincados em sua formação, das crianças de mesma idade da MINHA época...] mas, de qualquer forma, todo tipo de leitura é válido, e se um dia, eu puder ter as minhas próprias crianças, aos 4, 5, 6 anos de idade, elas terão um mundo de possibilidades literárias e livre-arbítrio pra escolherem suas preferências...

Algumas das obras que marcaram minha infância [exceto O pote vazio, que li recentemente]...

Comentários

  1. Ah os livros infantis...fizeram parte de mim e fazem até hoje, eu não perco a chance de ler um quando cai na minha mão. E sempre me emociono e fico boba de como podem ser simples porém profundos ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, é a simplicidade com que são contadas essas histórias infantis que mais me encanta...

      Excluir
  2. ADORO estes textos sobre os livros da infância. Temos, inclusive, aqui no Dose, vários, e me delicio, porque me faz viajar lá para trás quando eu sequer imaginava que encontraria apaixonadas por livros como eu, e que faríamos dessa paixão, um amor em comum e dele, laços de amizade e companheirismo.
    A rotina da leitura em casa desde a idade mais tenra, foi e sempre será para mim a força maior de acreditar na humanidade, de incentivar os meus e os outros pequenos a descobrir os encantos (e vícios) da leitura.
    Lindo post, Val!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Bem vindo(a) ao Dose Literária.
Agradecemos seu comentário e tentaremos responde-lo assim que possível ;)