04 setembro 2013

Uma gatinha Perdida na Neve...

Os olhinhos desse gato estavam me implorando pra eu levar o livro pra casa... 


Hoje venho falar sobre um livro muito fofinho chamado Perdida na Neve, de Holly Webb. Confesso que nunca tinha ouvido falar na escritora, tampouco sobre o livro, mas em uma de minhas visitas regulares ao sebo, vi a capa de 'gatinho' entre as pilhas e ele despertou minha atenção... 

O livro, apesar de a princípio parecer meio bobo, é muito fofo e traz uma história linda em suas páginas . Nossa protagonista que enfeita a capa é uma gatinha que nasce numa fazenda e é colocada para adoção, mas os seus irmãos são logo escolhidos, e ela, por ser franzina e desajeitada, logo 'sobra' e aguarda por um dono enquanto é tratada com carinho por sua mamãe gata e a mocinha que mora com a família na fazenda...
Helena, uma garotinha que vai visitar o local com sua mãe se encanta com Peludinha e a deseja para si, mas sua mãe extremamente chata não permite, deixando a menina muito triste. Mesmo com a promessa de ganhar um bichinho, sua mãe não quer a gata. Peludinha fica se sentindo infeliz, acha que ninguém a quer. Quando surge outra mãe em busca de um gatinho, a dona da fazenda desconfia das ações do menino para quem a mãe quer adotar a gata - pra que vire um menino bonzinho - e na primeira chance, ele mostra sinais de que vai fazer da vida de Peludinha um inferno. Percebendo as intenções do menino mau, Peludinha foge da fazenda, mas sendo um filhote ainda e nunca tendo ultrapassado as fronteiras da fazenda, se vê perdida na cidade grande, na neve, com fome e correndo riscos enormes para uma gatinha tão pequena...
Nesse meio tempo, a mãe de Helena muda de idéia a fim de deixar a filha mais alegre, que está inconsolável por ter tido a recusa da mãe anteriormente. Ao voltar à fazenda, descobre que Peludinha sumiu e começam a busca pela gata... 

Com lindas ilustrações de Sophy Williams, o livro tem 120 páginas de pura emoção, e embora pareça uma história clichê, achei que está distante disso... Vamos acompanhando a história pela perspectiva de Peludinha. Os humanos são meros coadjuvantes na história... Imagine você, sendo uma gata pequenina, perdida num lugar desconhecido, enfrentando frio e fome pra sobreviver... Como sou 'mãe de gatos', tentei observar a situação de forma mais 'palpável' à minha realidade... Será que os animais - gatos e por que não cães e outros animais também - não 'pensam' e passam por tudo o que Peludinha passou, perdida e abandonada nas ruas da cidade grande? O 'universo gigante' que para nós, humanos, é algo comum, corriqueiro, pode ser uma fonte de aventuras mas principalmente de dificuldades para essas criaturinhas.

Pois então, o livro é infantil, aparentemente 'bobo' mas faz levantar essa questão... Seria uma espécie de conscientização para que nós, humanos, passemos a olhar esses seres como vidas que precisam de carinho, amor, cuidados e muita ajuda...
Recomendo essa leitura rápida, porém tocante, para todas as idades. Leia para seus filhos, sobrinhos, pais, mães, amigos... leia pra você mesmo[a], para seus bichos... E acima de tudo, respeite e ame os animais...