08 dezembro 2013

Dois Rios, de T. Greenwood

Um homem alquebrado pelas tragédias em sua vida se vê diante de uma situação inesperada: durante seu turno no trabalho, na ferrovia da cidade de Dois Rios, um acidente com um trem acontece. Dezenas de pessoas se afogando no rio, outras feridas, assustadas e Harper Montgomery decide ir ajudar. Ao chegar ao local, uma garota grávida lhe implora por ajuda. Segundo ela conta, não tem ninguém mais que possa ajudá-la e ela estava viajando sozinha. De início Harper se recusa, por medo do que as pessoas na pequena cidade poderiam pensar. Maggie acaba indo parar na casa de Harper e ele teme ter tomado uma decisão errada. Entretanto, vê na ajuda que presta a Maggie a chance de se redimir de algo muito ruim que aconteceu 15 anos atrás...




Dois Rios é um lançamento de Setembro da Editora Novo Conceito. Minhas impressões sobre o livro foram as melhores possíveis, a começar pela capa [tenho paixão inexplicável por trens e lugares montanhosos, coloque isso na mesma capa e já me conquistou]. Outro fato positivo é que o livro não tem uma narrativa lenta, apesar de suas mais de 400 páginas. Ele é dividido em 6 partes, com prólogo e epílogo, e seus capítulos são intercalados, ora no tempo presente, ora no passado de Harper, em que algo importante aconteceu e que mudou radicalmente sua vida a partir daí. Harper perdeu a esposa durante o parto e passou a criar sua filha sozinho. A menina tem 12 anos e ele tenta da melhor forma possível educá-la, apesar das dificuldades financeiras e a falta da presença materna. 

O protagonista é um homem atormentado, com fantasmas do passado interferindo em sua vida. Ele foi cúmplice de um ato brutal quando era mais jovem e a aparição de Maggie em sua vida é mais que uma coincidência. Apesar de parecer um fato isolado, a verdade é que Maggie tem uma ligação com o que houve 15 anos atrás, e a cada mentira dela, Harper vai investigando e buscando respostas que possam solucionar o mistério... Por que ela pediu sua ajuda, entre tantas pessoas que estavam ajudando as vítimas do desastre? Será que ela realmente estava de passagem ou seu destino era realmente Dois Rios? Quem é sua família? Essas perguntas vão sendo solucionadas durante o livro, mas de forma que o leitor fica ainda mais curioso com o desfecho. A autora não entrega tudo de bandeja, e de forma tensa deixa você devorar até a última página... 

À medida que avançamos os capítulos, vamos conhecendo mais da vida e personalidade do protagonista, como é sua relação com a filha, os fatos do passado odioso vão surgindo como peças de um quebra-cabeça se encaixando. A vida de seus pais tem grande peso na história. O livro envolve temas como gravidez na adolescência [embora de forma muito sutil], violência sexual, racismo e intolerância. A história é um misto de tragédia e esperança e seu final é emocionante e surpreendente.

Você vai se apaixonar com a leitura desse livro. Mais que recomendado, pois ele traz uma reflexão acerca de quem somos, de como conviver com nossas falhas e melhor ainda, de como nos redimir delas... 

T. Greenwood é autora, tem outro livro publicado pela Editora Novo Conceito e mora em San Diego, na California, ao lado do marido e duas filhas. Dá aulas de redação criativa, escreve e estuda fotografia. Já recebeu prêmios literários e tem seis títulos publicados.



Dois Rios
Autora: T. Greenwood
Editora: Novo Conceito
Ano: 2013
Edição 1
446 páginas.
Ficção, Drama.