15 dezembro 2013

Livro em Pauta - O amargo e delicioso Amaríssimo...

E vamos a mais um post do Livro em Pauta do mês, onde vocês vão conferir minhas impressões sobre a obra publicada recentemente pela Editora Ocelote: Amaríssimo, da autora Clarice Paes



A verdade é que só pela capa, já fiquei com vontade de devorar o livro. E quando comecei a ler simplesmente não conseguia mais parar.

Livro de estréia da autora, se trata de uma coletânea de contos sobre o amor [pode parecer clichê, mas a leitura é surpreendente]. Clarice escreve com a alma. Em cada linha eu me via perdida em devaneios e tentando me colocar no lugar de seus vários personagens, que viveram amores amargos, confusos e alguns até felizes. Cada conto é único, e a forma como Clarice escreve é sem preâmbulos, sem espaço para o lugar-comum e deixa o leitor preso até a última página. São 13 contos, alguns bem curtinhos, em que você experimenta a sensação que a imagem da capa te dá: de saborear um amor com gosto de chocolate, que te dá deleite e por vezes, deixa um gosto amargo na boca, como aqueles casos de amor impossíveis, destrutivos e de finais [in]felizes... Eu gostei de to
dos no geral, mas alguns em especial me cativaram demais. Um deles se chama Febre.

"Sentiu o cheiro dele - quase já não pensava, apenas sentia, em plenitude e transparência. Ficara hipnotizada pelo sorriso dele. Alguma coisa acendia quando ele sorria."


Clarice usa as palavras de forma poética, seus contos são recheados de devaneios e monólogos melancólicos, entremeados de aventuras e [des]ilusões amorosas. São contos profundos, apaixonantes, que hipnotizam o leitor. A diagramação do livro é linda, a editora teve um cuidado estético maravilhoso desde a capa até os títulos dos contos. Do Prólogo ao Epílogo, você vai mergulhar num período de contemplação e identificação com as histórias e seus protagonistas, sentir-se absorto e perdido em delírios amorosos e provar as delícias de um livro único, com uma carga de torpor palpitante...
Os contos que mais gostei foram Febre, Olhos de Água doce, Lirismos para um amor qualquer, Ela, (Conversas) e A pianista ou Yesterday.


Leitura mais que recomendada. Indispensável para qualquer Acervo...