20 janeiro 2014

Conto nº 4 - Concurso Cultural Amaríssimo

Este conto foi escrito por um dos participantes do Concurso Cultural do mês de Dezembro Ítalo Costa  de Boa Viagem - CE concorrendo ao livro Amaríssimo da autora Clarice Paes

Mad Love
De todas as pessoas que poderiam descongelar meu coração, eu escolhi você, Alice, parabéns! As pessoas costumam dizer que o amor supera limites, mas o amor só serviu para me deixar retardada. Eu não tenho problema que me chamem de sapatão na escola. Mas eu acho que você Ali, derreteu muito o meu coração e hoje ele sai pela minha boca, nos meus suspiros... Eu digo oi e você diz: "sai de cima!". Não acho que eu esteja pressionando, mas você pareceu ter gostado de quando nos beijamos naquele parque abandonado. Ou quando passei chocolate na ponta do meu nariz para você lamber, até quando eu li um trecho do As Vantagens de Ser Invisível  e você chorou. Ontem eu pichei na parede da sua casa: COME AWAY WITH ME IN THE NIGHT. Sei que você adora essa música da Norah Jones. Mas odeia minha letra infantil... Na verdade, acho que você me odeia. Uma vez eu fiz um poeminha e você postou na internet. Mas era tão lindo, juro! Sei que você poderia me dar um soco sempre que quisesse, quando eu estivesse enchendo muito o seu saco... Mas por favor, tire-me dessa obsessão ridícula, eu preciso ir para um hospício o quanto antes.
Um grande beijo de sua querida amiga, Maddie!