18 janeiro 2014

Monotonia e disfarces em "Uma mesa é uma mesa", de Peter Bichsel

Sempre imaginei a monotonia do corpo, da mente e do espírito como um grande relógio antigo, parado no meio da sala de estar empoeirada, marcando eternamente três horas da tarde. O tédio pode ser um veneno imbatível para assassinar quem somos, dando um tiro à queima-roupa em nossa essência. Em momentos de profunda fadiga espiritual, tentamos mudar nomes, rostos, situações, livros e objetos, mas esquecemos de entender as verdadeiras razões do nosso labirinto interior. Nesse ponto, corremos o sério risco de nos tornarmos escravos da própria mente.

Peter Bichsel - créditos de Ayse Yavas

E é sobre essa "monotonia cinza" que o escritor e jornalista suíço Peter Bichsel fala no conto "Uma mesa é uma mesa" (original Ein Tisch ist ein Tisch, tradução de Pedro de Abreu Meyer Pires, publicado pela Revista Cisma - Ano II, Número III, 2013), onde um homem velho e cansado decide criar uma outra existência, e usa como artifício a mudança de nome das coisas que o cercam. Construindo um repertório próprio, o homem modifica o nome dos objetos do seu quarto, único universo que ele conhece e domina. Assim, decide chamar a cama de retrato, a cadeira de despertador, a mesa de tapete e assim por diante. Tomando nota em cadernos escolares azuis, tão depressivos quanto ele próprio, o homem começa a elencar sua infindável lista de novos nomes. Tanto exclusivismo o deixou inapto a conviver em sociedade, renegando-o ao pior dos cárceres.

O conto mistura reflexão e questionamento, mas sem o dedão apontado no meio do nariz. Pelo contrário: a história tem um tom de gracejo, e não deixa de nos arrancar algumas risadas por conta do comportamento do sujeito. Mas o riso desaparece quando percebemos um pouco além da superfície. Só um pouquinho mais. 

Peter Bichsel conquistou diversos prêmios literários e atualmente colabora com a Academia de Arte de Berlim. O conto "Uma mesa é uma mesa" foi traduzido por um aluno da USP e integra a terceira edição da Revista Cisma.