08 fevereiro 2014

Palavras Mágicas de Amor - Coletânea de Citações

Quando o tempo é curto e o espírito está cansado, nada melhor do que esticar o corpo, comer uma salada de frutas suculenta e ler um livro rápido e prazeroso. Essa foi exatamente a condição em que me encontrava no último final de semana ao ler "Palavras Mágicas de Amor", um livreto lançado pela Vergara & Riba Editoras, edição de 2005, com 80 páginas.


A obra reúne citações de vários autores, nacionais e estrangeiros, sobre as delícias, intempéries, felicidades e tristezas que envolvem o amor. O mais divertido é tentar abrir em uma página aleatória e manter a mente receptiva para a mensagem que vai chegando. Vamos tentar? Neste exato momento, vou abrir o livro em 3 páginas diferentes e compartilhar as mensagens que irei receber:

"Falo do amor ao despertar. Falo do amor quando sonho, com as flores, com os campos, as fontes, os ecos, o ar e os ventos; e se não houver alguém que me escute, falo deste amor comigo mesmo." - Wolfgang Amadeus Mozart (pág. 64)

"Se soubéssemos que nos restam apenas cinco minutos para dizer tudo aquilo que não se disse, as linhas telefônicas ficariam congestionadas pela quantidade de gente ligando para seus seres queridos para lhes dizer o quanto os amam". - Christopher Darlington Morley (pág. 28)

"O amor é uma flor na primavera, que perfuma tudo com o aroma da esperança". - Gustave Flaubert (pág. 38).

Uma leitura ágil, gostosa e que acalma o coração.