15 março 2014

A Bruxa de Abril e Outros Contos - Ray Bradbury

                                                                 Essa resenha foi escrita pelo nosso colaborador Ítalo Costa


Eu peguei esse livro por dois motivos: primeiro porque tinha o nome Bruxa no título e segundo porque eu queria ler algo do Bradbury. Eu pensei que começaria por Fahrenheit 451, mas como eu vi esse livro na biblioteca, eu não perdi tempo, peguei.
O livro é uma coleção de contos. Bradbury sabe escrever os melhores contos. Um dos melhores livros de contos que eu li até agora. Ele encerra todos os contos com um quê de "deixa a entender". 
Ele consegue usar as palavras certas, dando um tom poético e descreve bem sem tornar abusivo.
Bruxa de Abril é o primeiro conto. Trata-se de uma jovem bruxa que nunca se aventurou no amor e decide saber o que é se apaixonar. Acontece que as bruxas não podem se apaixonar, porque caso aconteça, elas perdem seus dons extraordinários. Mas ela usa o seu incrível poder de dominar as mentes humanas e assim entra na cabeça de uma jovem moça para poder 'experimentar' um pouco do amor.
O segundo conto, A Sirena do Nevoeiro, foi o que eu menos gostei. Ele fala de um monstro que vive adormecido submerso no mar e que desperta com a sirene emitida por um farol e sobre o fascínio que ele exercia sobre um homem.
O terceiro conto, chamado A Savana, trata-se de uma família que compra uma daquelas casas "tecnológicas" que fazem todos os serviços por você. Essa casa tem uma sala de recreação para as crianças que cria uma paisagem realista dependendo do que quem estiver nela está pensando. Só que as crianças criam uma savana violenta, com tigres sanguinários e o que antes era uma solução para o estresse das crianças, acabou virando um problema.
E por último, o conto O Outro Pé fala da ida dos negros a Marte, se estabelecendo por lá. Só que uma nave de brancos decide ir para lá e os negros decidem acertar as contas por séculos de escravidão e preconceito.
A capa tem elementos do conto A Savana que eu só percebi após ler. 
                                   ____________________________________
                                                                  Sobre o autor:

Nascido em 1920, no Estado de Illinois, nos Estados Unidos, Ray Bradbury é um dos mais conhecidos autores norte-americanos contemporâneos. Romancista, contista, ensaísta, dramaturgo, poeta, argumentista, já publicou mais de 500 títulos. Vencedor de diversos prêmios literários e traduzido para diversos países, entre suas obras destaca-se o romance Fahrenheit 451, publicado em 1953 e transformado em filme por François Truffaut, famoso diretor francês, em 1966.