12 junho 2014

As gêmeas, de Saskia Sarginson



As gêmeas, da autora inglesa Saskia Sarginson me pareceu confuso em seus primeiros capítulos. Mas apesar de tardar na compreensão, do meio pro final a leitura fluiu melhor, me fez lembrar até de um livro que gosto muito [Olho de gato, de Margareth Atwood]. Trata da história de duas irmãs gêmeas, Viola e Isolte, que depois de adultas enfrentam algumas dificuldades em suas vidas devido a vários acontecimentos do passado, incluindo o que houve com sua mãe, uma hippie dos anos setenta, que nunca revelou as filhas quem era seu pai. A história se passa nas décadas de 70 e 80, em Suffolk, na Inglaterra. 

Viola sofre com anorexia, Isolte trabalha com moda, tem um namorado mas vive insegura com seu relacionamento, pois teme que Ben não a ame. Na infância, elas eram amigas de dois irmãos, também gêmeos, chamados John e Michael, que viviam numa casa onde o pai agredia-os constantemente... As duas irmãs viviam tendo problemas com a mãe, quando esta passou a beber. E o livro fala basicamente sobre essas lembranças de suas infâncias no local onde elas moravam, próximo à floresta e ao mar. 

Os fantasmas da infância perturbam o presente das garotas. Revivendo as memórias, a culpa por algumas ações faz com que ambas não consigam seguir em frente e se direcionarem na vida. A pedido de Viola, Isolte resolve voltar à cidade onde moravam para procurar os amigos gêmeos, pois elas foram embora ainda adolescentes, deixando-os para trás... Nessa viagem, Isolte confronta seus traumas e decide encarar os fatos que permeavam seu passado. Os capítulos são contados intercalando os pensamentos das duas irmãs, e por vezes eu acabava confundido sobre quem estava lendo no momento. Creio que a minha confusão inicial se deu por isso... 

A escrita da autora é delicada, não traz grandes acontecimentos, mas também não faz o leitor desistir do livro. Aos poucos, o leitor vai se sentindo familiarizado com as personagens a ponto de querer saber o desfecho delas, e o laço entre elas é muito forte, apesar das diferenças em suas personalidades. Ouso dizer que a narrativa das duas é o ponto mais forte do livro, mais do que o enredo em si... Talvez se eu não enxergasse profundidade nos sentimentos de Isolte e Viola, teria terminado a leitura de forma insatisfatória, mas a personalidade delas é o que desperta a curiosidade do leitor... 

Enfim, não posso falar muita coisa sem solta spoiler, mas para quem pretende embarcar num livro despretensioso pode acabar gostando dessa leitura. Não vá com muita sede ao pote, não ponha expectativas, e 'As gêmeas' pode agradar você... Destaque para a capa belíssima do livro, que foi o motivo inicial de eu ter optado por sua leitura... O livro é um lançamento de março/2014 da Ed. Novo Conceito..