05 junho 2014

The Walking Dead - A queda do Governador Parte 1



Demorei mas cá estou eu com a Resenha do Mês. E dessa vez, quem me ganhou em Março foi mais um título de The Walking Dead - A queda do Governador Parte 1, publicado pela Ed. Record. Como alguns já viram, [caso não, vejam aqui], eu tinha resenhado o primeiro livro, A Ascensão do Governador, pois achei a narrativa incrível e cheia de surpresas. Depois que li O caminho para Woodbury, não me senti tão extasiada quanto com a leitura do primeiro livro, mas percebi que o segundo foi meio que uma ponte para o que estava por vir nesse que agora resenho. 

Nesta continuação, os eventos em Woodbury não são tão favoráveis para o Governador. Após a morte de alguns personagens e a entrada de Rick e seu grupo, o Governador vem perdendo muito de seu status e muitos passam a enxergá-lo como ele realmente é. O caminho inverso também se dá, alguns que queriam seu fim anteriormente passam a vê-lo como um possível 'salvador' daquelas pessoas. [Gente burra tem em todo lugar, mas enfim...]. Não vou me estender dando nomes a tais personagens, pra que não haja spoiler. Mas o que posso dizer é que Robert Kirkman mantem uma narrativa interessante, cheia de revelações e não poupa ninguém, não tem essa de ser um personagem queridinho e por isso não vai sofrer. Pelo contrário. Algumas coisas que o Governador faz me deixam ainda mais irada com ele. Na série de TV, ele não passa de um vilão bunda-mole e no livro se revela muito mais cruel, complexo e melhor desenvolvido. Sem sombra de dúvidas, é um dos personagens mais bem-feitos da história, embora eu o deteste. 

Essa parte da história foi dividida em duas, então provavelmente o quarto livro da série será o final, e nem precisa dizer que estou bastante ansiosa pra lê-lo, mas ele ainda não saiu aqui no Brasil, e nem tenho idéia de quando será publicado. Nesse meio tempo, vou me deliciando com a HQ, que tem perspectivas diferentes de muita coisa que rola no livro e na série. A mente de Kirkman é de mestre, por fazer tantos personagens, situações de formas diferentes, a fim de agradar o leitor dos livros, das HQ's e telespectadores da série. As histórias vão se completando, e é impossível alguém ler e não querer assistir, e vice-e-versa.

Mas voltando ao livro 3, um dos pontos altos é a forma como o Governador mantem entretidos os cidadãos de Woodbury, numa arena em que pessoas lutam rodeados de zumbis acorrentados. Qualquer deslize pode ser fatal. Mas algumas pessoas não concordam com isso... Enquanto que em O Caminho para Woodbury, a ênfase se dá na relação que ele tem com seus moradores, no terceiro livro a coisa muda um pouco, com a chegada de Rick, Glenn e Michonne. Tentando evitar essa diversão animalesca, eles acabam prisioneiros do Governador e terão que dar um jeito de saírem vivos dessa enrascada... 

Lilly vem me dando cada vez mais raiva. No início eu até tentei simpatizar com ela, mas parece que ela tá pirando pois não consegue mais tomar uma decisão acertada. Parte dela quer se vingar do Governador, mas por outro lado, ela teme deixar a segurança que Woodbury lhe proporciona. Bob continua bêbado pelos cantos. Penny... bem, Penny continua sendo alimentada de forma doentia pelo seu 'pai'. Quem se opuser às decisões do Governador, pode ir parar num lugar da arena, não muito agradável... 

Outro ponto que acho importante ressaltar é a forma descritiva dos zumbis, do medo dos personagens e sua incerteza quanto ao amanhã. Em alguns momentos, eu tive muito nojo do Governador. Ele conseguiu ser mais asqueroso que os próprios zumbis... Para finalizar, deixo o trecho que me enojou completamente e me fez ter certeza que o Governador é um doente [no pior sentido da palavra...]...  CUIDADO QUE ESSE TRECHO PODE SER CONSIDERADO SPOILER. 

"- Está vendo... você virou o balde, e agora sua comida estragou. É isso o que merece. - Ele abaixa a voz, acrescentando aos sussurros: - Mesmo fresca, não entendo como come essa porcaria... mesmo.
Ele desaba na poltrona reclinável, que solta um guincho quando é reclinada. Com as pálpebras pesadas, as articulações doloridas, a genitália inflamada devido ao uso excessivo, o Governador se recosta e pensa na vez que provou, de fato, a comida de Penny."