02 janeiro 2015

Saúde para Dar e Vender....

Adeus Ano Velho... Feliz Ano Novo... Sim! Eu também cantei a ler esta frase! E com os votos de que tudo se realize no ano que vai nascer, encontrei os dois títulos para estes comentários do Dose Literária. “Muito dinheiro no bolso” tratou de dar pistas de como o hábito da leitura pode nos deixar sobrar mais recursos para nossa paixão – com sorte nos ajudando a enriquecer nossas prateleiras com nossos amados livros.

“Saúde pra dar e vender!”, na continuação da conhecida música, trata de um tema ainda mais importante. Em nossas resoluções de ano novo, sem dúvidas trataremos daquela dorzinha que nos incomoda, daquela meta de nos tornarmos corredores, de perder peso, de comermos de maneira mais inteligente, etc.

Sobre o tema, me lembro do impacto positivo ao ler “Semente da Vitória”, de Nuno Cobra, com a importante distinção de que temos que cuidar de nosso sono, em seguida de nossa alimentação e só então de fazer exercícios. Nessa ordem de importância, mas sem abrir mão de nenhuma parte deste tripé, o autor nos apresenta à interessante tese de que ao nos fortalecermos fisicamente, também se fortalece nosso  poder mental e nossa capacidade de perseguirmos nossos sonhos, melhorando o mundo nesse processo. Vale ler e reler!



Para quem quer dicas sobre como cuidar desse tripé, vale a leitura de capítulos específicos de “Desperte o Gigante Interior” de Anthony Robbins, escritor e palestrante de sucesso nos USA, me apresentou alguns detalhes importantes sobre alimentação e exercícios, além de um assunto que tem tudo a ver com essa época: que nossas metas devem estar escritas, e que possamos rele-las vez por outra, para mantermos o foco em nossos esforços.



Tenho lido Anthony Robbins desde os 15 anos, e sempre faz uma diferença positiva em minha vida. Um fato interessante, é que ao escrever metas na primeira leitura do livro, esqueci as anotações dentro do mesmo, indo reencontrá-las apenas alguns anos depois. Mesmo sem relê-las, constatei que todas tinham se realizado.

Quando colocamos as metas no papel, elas já começam a se materializar – ali mesmo, em nosso caderno!  Tire um momento para manobrar seu barquinho, e embique-o para onde quer ir. O sucesso de um sempre reflete no sucesso geral, e precisamos muito melhorar como planeta! Boa Sorte!

Post relacionado:
- Feliz Ano Novo: Muito Dinheiro no Bolso...