13 janeiro 2015

Warren Buffet – Dicas compiladas por Janet Lowe

Como vive o maior investidor do mundo, segundo na lista de bilionários (atrás apenas de Bill Gates)?

Warren Buffet continua em sua pequena cidade, mora numa casa normal, usa um carro normal (talvez velho para padrões americanos). Tem hábitos frugais, e seu único luxo é um jato da empresa, que utiliza para cumprir seus compromissos.

“Acredito que viver aqui é melhor. Quando trabalhava em Nova York, sentia-me o tempo todo sob o impacto de mais estímulos e, como temos a quantidade normal de adrenalina, simplesmente reagimos a tais estímulos. Depois de algum tempo, isso pode levar à loucura. Aqui, pensar é mais fácil.”

Aparentemente trabalha porque isso o instiga intelectualmente. Quer se destacar na compreensão do mercado financeiro e para onde ele vai:

Até que ponto Buffet leva em conta às recomendações dos corretores? “Nunca pergunte ao barbeiro se você precisa cortar o cabelo”.

“Como diz Wayne Gretzky, vá para onde a bola está indo, não para onde ela está”

O livro de Janet Lowe é um tanto oportunista, é verdade. Embarca no sucesso profissional e pessoal dessa figura pública. Utiliza várias entrevistas e opiniões de Buffet, explicitadas em inúmeras reuniões e aparições públicas, para desenhar um perfil. É interessante conhecer a mente deste bem sucedido profissional, mas no fundo, as pessoas se interessam por ele tentando replicar seu sucesso. 


Buffet tem uma forte capacidade de desenhar cenários de longo prazo – algo que sinto muita falta no Brasil. Parece conseguir enxergar através da névoa das noticias momentâneas, espremendo apenas o suco, as informações relevantes.

 “Se você fosse um pato em um lago e uma chuva intensa elevasse o nível da água, você também começaria a subir. Mas acharia que é você que está subindo, não a superfície do lago.”

O livro não é técnico, e sua leitura é bastante rápida. Serve bastante para reforçar a necessidade de um olhar sobre a consequência futura de nossas decisões atuais.