22 abril 2015

Um clássico da Terra-Média - O Hobbit, de J. R. R. Tolkien

minha edição linda...

Ganhei uma linda edição de O Hobbit ano passado, no dia do meu aniversário. Presente do meu amado namorido e resolvi colocá-lo entre minha meta de leitura de 2015, pois sou apaixonada pela obra de J. R. R. Tolkien e só havia lido a trilogia de O Senhor dos Anéis [e que pretendo ter na estante]. Aproveitando o dia 25 de março, em que todos os fãs do autor publicam algum trecho de seus livros, resolvi começar a leitura de O Hobbit. A experiência foi mais que deliciosa...

Eu tinha assistido à trilogia, inclusive vi o terceiro no cinema, como mais um presente de aniversário, dois dias após o lançamento do mesmo, no dia 11 de dezembro [sim, meu aniversário em 13 de dezembro foi mais que maravilhoso]. Já tinha ouvido a opinião de várias pessoas  negativando a trilogia pois o diretor tinha mexido bastante no roteiro pra adaptar o livro em três partes. A meu ver, apesar de algumas cenas e personagens que não existem no livro, a trilogia foi perfeita. Não creio que tenha sido um desastre como os fãs mais 'fanáticos' ousaram afirmar...

Mas vamos falar sobre o livro em si. O Hobbit é sobre a aventura de Bilbo Bolseiro, um hobbit que viviam em sua toca de forma despreocupada, em que o mago Gandalf e uma comitiva de anões batem à sua porta [esvaziando sua despensa, acho digno comentar...]. Eles precisavam da ajuda do ladrão' para recuperar seu tesouro na Montanha Solitária, que estava sob o poder de um poderoso dragão, Smaug. Smaug em tempos anteriores havia invadido o lar dos anões, destruindo todos a sua volta, e angariando para si a riqueza do povo pequeno e guerreiro. Os anões que sobreviveram espalharam-se pela Terra Média e o filho do Rei Anão, Thorin, resolve vingar o seu povo e recuperar o seu ouro. Ele e alguns de seus mais aliados guerreiros e amigos necessitam atravessar vários perigos para alcançarem seu objetivo. Gandalf vê na pessoa de Bilbo uma valorosa ajuda nessa empreitada.

Quando partem das Colinas onde fica a Vila dos Hobbits, contrariado, Bilbo se depara com a maior aventura de sua vida, encontra grandes amigos pelo caminho, e uma criatura inusitada surge em um de seus 'apuros', e é nesse momento que ele encontra um poderoso anel mágico, que faz com que seu portador desapareça ao colocá-lo no dedo... Depois de várias rimas apostando sua vida, ele consegue escapar de Gollum [um importante personagem na saga de O Senhor dos Anéis...]

"Tem raízes misteriosas,
É mais alta que as frondosas
Sobe sobe e também desce,
Mas não cresce nem decresce.
- Fácil! - Disse Bilbo. - Montanha, acho eu.
- Ele adivinha fácil? Precisa fazer uma competição com nós, meu preciosso. Se o preciosso perguntar e ele não responder, nós come ele, meu preciosso. Se ele pergunta e nós não ressponde, então nós faz o que ele quer, que tal? Nós mosstra a saída, é ssim!”


Bilbo e a comitiva de anões se separam várias vezes no percorrer do caminho. Mas sempre que os anões estavam em apuros, a sorte e engenhosidade de Bilbo os salvava. Gandalf não foi com eles o caminho inteiro, várias vezes se ausentava para cuidar de assuntos mais 'urgentes', mas quando menos esperavam, lá estava o grande mago os ajudando, de alguma forma... Além da grande ameaça em forma de dragão, nossos heróis pequeninos ainda precisam enfrentar uma guerra que está por vir, pois a notícia de que a riqueza dos anões está na Montanha Solitária se espalha por toda a Terra-Média, atraindo elfos, orcs, humanos que almejam uma parte [ou todo] o tesouro... Será que Thorin vai recuperar a glória de seu povo? Smaug vai permitir que eles cheguem perto de seu ouro? Que outros perigos aguardam a comitiva de Thorin e Bilbo Bolseiro? Leia para descobrir... 

Conhecemos o mundo encantado e sombrio da Terra-Média. Personagens que iriam aparecer em outras obras de Tolkien, locais que também se fariam importantes em outras aventuras, cenas épicas de batalha, mortes cheias de bravura e situações engraçadas por parte dos anões e do próprio Bilbo, principalmente no que se refere a comida, fazem a leitura de O Hobbit uma experiência única. 

"Não era a coisa certa para dizer, mas o já começaram a chegar o agitara muito. Ele gostava de visitas, mas gostava de conhecê-las antes que chegassem, e preferia convidá-las por sua própria conta. Teve um pensamento horrível de que o bolo poderia não ser suficiente e então ele, como anfitrião, que sabia de suas obrigações e se resignava a ela apesar do sofrimento, poderia ter de ficar sem."
Impossível não notar semelhança na narrativa suave e descritiva de Tolkien com a de C. S. Lewis em As crônicas de Nárnia [os autores eram amigos]. A leitura não é cansativa e as quase 300 páginas passam 'voando'. É considerado um livro para crianças, apesar de ser cultuado por pessoas de várias idades. 

O autor é bem descritivo, colocando o leitor dentro da Terra-Média, e é possível visualizar cada detalhe na mente ao ler O Hobbit. Sem contar que o livro possui algumas imagens muito bonitas de certas passagens importantes da trama, e mapas também se fazem presentes na edição da WMF Martins Fontes. Em suma, O Hobbit é uma leitura agradável, que vai conduzir o leitor a um mundo incrível, que vai cativar os apaixonados por um bom clássico de fantasia... 



Para finalizar, deixo aqui a música-tema da trilogia, na voz de Billy Boyle [o Pippin de O Senhor dos Anéis]. Uma bela letra, uma linda canção... Impossível não se emocionar ao ouvir... e desejar viajar para a Terra-Média... Essa música me arrancou lágrimas no cinema, acreditem...





"A noite está caindo
Assim termina o dia
A estrada está chamando
E eu preciso ir
Pelas montanhas e abaixo das árvores
Pelas terras onde a luz nunca brilhou
Por riachos de prata que vão em direção ao mar
Por baixo das nuvens e das estrelas
Por cima da neve e das manhãs de inverno
Eu deixei para trás os caminhos que me guiavam para casa
E fui pela estrada em que eles me levaram
Eu não posso dizer
Nós chegamos até aqui
Mas agora chegou o dia
De dizer adeus"

Espero que tenham gostado da resenha. Já leram ou viram a trilogia? Conhecem a obra do grande Mestre Tolkien? Me contem nos comentários... Até a próxima, pessoal...