09 julho 2015

Milo Manara em: Encontro Fatal

Encontro Fatal é a primeira HQ de Milo Manara em minha estante. Mas já conhecia o artista de outros quadrinhos, lidos em pdf. Mais conhecido por suas obras BórgiaO clic e Gullivera, Manara nos traz em Encontro Fatal a história de Valeria [minha xará], socialite casada com um homem atolado em dívidas. A fim de sustentar o luxo da mulher, o marido contraiu empréstimos e não conseguiu impedir o barco de afundar, causando aí um enorme problema [sexual] para sua esposa...



O cruel credor está disposto a recuperar seu dinheiro e vai usar de todos os artifícios para atingir o marido de Valeria, inclusive submetendo-a a humilhações sexuais com um de seus empregados, até a dívida do marido ser paga. Então, todos os dias, às 18:00 horas, Valeria é submetida a relações sexuais contra sua vontade com o funcionário do credor, até que seu marido quite a dívida que tem com ele. Ela vira literalmente um brinquedo sexual na mão do homem, que não tem escrúpulos de caçá-la até os confins da terra para cumprir sua meta diária de sexo...


Interessante o fato do marido de Valeria ser um político em ascensão que só pensa na carreira, e na hora de ajudar a mulher a sair da situação que ele mesmo criou, ele 'tira o corpo fora', se mostrando um verdadeiro covarde e incapaz. A personagem Valeria, por sua vez, desde o início da história se mostra lasciva e mimada. Não via problemas em ver o marido se endividar, desde que seu luxo não fosse prejudicado ou interrompido. 

Não vou me ater a fazer uma análise profunda sobre o papel da mulher violada ou algo relacionado a apologia ao estupro, mas para quem conhece as histórias em quadrinhos de Manara, percebe que em várias delas a mulher é representada dessa maneira, tentando despistar/escapar das artimanhas sexuais dos personagens masculinos. As hq's dele são sádicas. Em algumas outras, elas é que 'atacam' os protagonistas... Acredito eu que não é um quadrinho que vá agradar às mais feministas e afins... O desfecho de Encontro Fatal me deixou completamente absorta, pois nunca imaginaria que a trama fosse acabar da maneira que acabou... Foi realmente um final inusitado...

Valeria

Apesar do teor violento, é importante frisar o trabalho artístico de Manara, que possui um traço bem característico. As mulheres de Milo Manara são verdadeiros espetáculos aos olhos do leitor/apreciador. Nascido em 1945, na Itália, Milo é um dos mais importantes nomes do quadrinho erótico da Europa. Sua obra é um verdadeiro clássico do gênero e tem admiradores em todo o mundo. Não apenas pelo traço, mas pela maneira como conduz suas histórias... 

Desnecessário avisar que o quadrinho é uma obra para maiores de 18 anos, por causa do teor violento e sexual nele apresentado. Com apenas 48 páginas e publicado pela Conrad Editora, Encontro Fatal não foi a melhor obra de Milo Manara que já tive a oportunidade de ler, mas ainda assim, acho válida conhecer...