23 abril 2016

The Long Tunnel, de John Milne

Os amigos Paul, Sheila e Charles estão encerrando mais um ciclo universitário. Depois dos exames finais, as tão sonhadas e badaladas férias de verão - os norte-americanos têm uma fixação pelo tema - chegam. Paul decide convidar os amigos para passar uma semana no chalé do tio, um local solitário, sem vizinhança, telefone ou internet. Animados, Sheila e Charles topam e, na data combinada, partem para a casa de campo.

No caminho, a dupla encontra vários soldados depositando sacos dentro de um caminhão. Em uma cafeteria, eles descobrem que se trata de transporte de valores, ou seja, um tutu alto. No entanto, outra surpresa acontece: Paul não apareceu na estação de trem para encontrar os amigos. Desconfiados, mas sem nervosismo, Sheila e Charles decidem seguir o mapa e caminhar até o chalé. Ao chegar ao local, eles são surpreendidos pela presença de um homem estranho na casa. O tal sujeito diz que eles erraram a rota e que ali não há nenhum Paul.

Tal mentira descarada levanta suspeitas na dupla e eles decidem investigar a fundo o mistério do desaparecimento do amigo. O que eles descobrem? Junte ambiente isolado e ruralista + transporte de valores + ferrovia sem movimentação + desaparecimento de uma pessoa. Pronto. Você matou a charada de "The Long Tunnel", publicação de John Milne pela Macmillan Readers - edição de 2005. A obra está escrita em inglês básico e você poderá passar o tempo de forma divertida enquanto treina a fluência em outro idioma.